Pediatria do Hospital do Guará será fechada

Favor divulgar entre os moradores da Estrutural, que são os principais usuários da Pediatria do Hospital do Guará:hrg
Dia 02/12/15 às 10h a comunidade abraçará o Hospital Regional do Guará como forma de protesto pelo fechamento da Pediatria. Venha participar você também! Juntos somos mais fortes.

Pediatria do Hospital do Guará será fechada
Médicos estão sendo transferidos para outras unidades. Cerca de 100 crianças vão deixar de ser atendidas por dia

Os 140 mil habitantes do Guará contam com um hospital incompleto, mas que atende às mínimas necessidades da população. Por enquanto. Uma decisão inesperada da Secretaria de Saúde deve desativar um dos poucos serviços de qualidade que o Hospital Regional do Guará (HRGu) oferece. De acordo com a informação transmitida aos médicos, não haverá mais atendimento de pediatria em mais de um hospital em cada microrregião de saúde. É o caso do Guará, que está inserida na região Centro Sul (Asa Sul, Lago Sul, Guará, Estrutural, SIA, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Riacho Fundo I e II e Park Way), que serão atendidas apenas na pediatria do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), na 608 Sul. Todos os outros serviços de emergência pediátrica da região serão desativados.
A alegação da Secretaria de Saúde é que a quantidade de pediatras da rede não é suficiente para atender todos os hospitais sem interrupção. Não é, porém, o caso do Guará. De acordo com um dos médicos que pediu para não ser identificado, a quantidade de profissionais disponíveis no HRGu tem condições de manter a escala ininterrupta na pediatria “O HMIB, por mais que permaneça com escala aberta e cheio de pediatras, não terá leitos suficientes para o atendimento de toda a região”, afirma. O temor dos médicos do HRGu é que a mesma justificativa seja usada para desativar as unidades de ginecologia e de clínica médica e inviabilizar a continuação da unidade como hospital.
A transferência dos pediatras para outras unidades foi comunicada pelo subsecretário de Atenção à Saúde, Robinson Parpinelli, numa reunião nesta terça-feira com os pediatras que atendem no Hospital do Guará. A desativação nada tem a ver com a reforma do hospital, como inicialmente dava a entender a medida. Ou seja, mesmo depois da reforma, a pediatria não volta para o HRGu.
Se o serviço for realmente desativado, cerca de 100 crianças deixarão de ser atendidas no Guará, a maioria da Cidade da Estrutural.

Reforma quando?
Enquanto isso, pouco se sabe sobre a reforma do Hospital do Guará. Há três meses, a Secretaria de Saúde informou ao então diretor do HRGu, dr. Lucimir Maia, exonerado na sexta-feira passada, que o prédio seria interditado para as reformas e que alguns dos serviços seriam transferidos para os postos de saúde da cidade. Consultada pela reportagem do Jornal do Guará, a Secretaria confirma a reforma, mas não diz quando. “O local precisa de alguns reparos e, por isso, há possibilidade de reforma total ou parcial no prédio”, diz a nota.
Mas, o fechamento da pediatria está provocando reação na comunidade. Lideranças comunitárias procuraram o vice-governador Renato Santana, ex-administrador interino do Guará até a semana passada, para que ele convença a Secretaria de Saúde a desistir da medida. “É um absurdo. Em vez de melhorar o atendimento do hospital, querem é piorar?”, protesta Célia Caixeta, prefeita comunitária da QE 46. Ela lembra que existe inclusive um terreno destinado à construção de um hospital definitivo no Guará ao lado do Posto de Saúde nº 2, em frente à QE 17. “Poderia ser também na área da Tasa, entre a QE 46 e o Setor de Postos e Motéis, para atender também à Candangolândia e ao Núcleo Bandeirante”, sugere.
A reunião com vice-governador deve ser agendada para a próxima.

“Observação esta nota chegou através de grupo do WhatsApp”

About Germano Guedes

Olá Pessoal, Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”. Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas. Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade. Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural. Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire. Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações. No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade. Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.
%d blogueiros gostam disto: