Paulistanos vão às urnas definir se Haddad ou Serra será novo prefeito

Pesquisas apontam vantagem do petista neste 2º turno.
No 1º turno, Serra teve 30,75% dos votos válidos, contra 28,98 de Haddad.


Do G1 São Paulo

Fernando Haddad e José Serra entre os adversários derrotados (Foto: Divulgação)
Três semanas após um primeiro turno disputado voto a voto, milhões de paulistanos voltam às urnas entre as 8h e as 17h deste domingo (28) para finalmente escolher o novo prefeito de São Paulo. Se antes o eleitor da capital tinha 12 opções, agora há apenas dois nomes no páreo: Fernando Haddad (PT) e José Serra (PSDB).
A briga pelo comando da maior cidade do país foi acirrada. No primeiro turno, o tucano teve 1.884.849 votos, o que corresponde a 30,75% dos votos válidos. O petista recebeu 1.776.317 votos, o equivalente a 28,98%. Já Celso Russomanno (PRB), que por mais tempo liderou as pesquisas, ficou em terceiro, com 21,6%.
Se nos levantamentos pré-eleição do primeiro turno apontavam os três candidatos empatados, desta vez indicam vantagem do petista. Segundo pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste sábado (27), considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem contar os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos, Haddad tem 58% das intenções, contra 42% de Serra. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, a pesquisa foi realizada nos dias 26 e 27 de outubro. Foram entrevistadas 3.992 pessoas na cidade. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01928/2012.
Resultado semelhante foi registrado pelo Ibope. Segundo o instituto, o petista tem 59% das intenções de votos válidos, contra 41% do tucano. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
Encomendada pela TV Globo, em parceria com o jornal “O Estado de S.Paulo”, a pesquisa foi realizada nos dias 26 e 27 de outubro. Foram entrevistadas 1.204 pessoas na cidade de São Paulo. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01935/ 2012.
Votação
Serra e Haddad votarão em horários distintos, segundo as assessorias de suas campanhas. Serra vai ao Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros, na Zona Oeste, às 9h30. Mais tarde, ao meio-dia, é a vez do petista ir à urna, em uma seção na Universidade Ibirapuera, em Indianópolis, na Zona Sul.
Haddad foi chefe de gabinete da Secretaria de Finanças na gestão da prefeita Marta Suplicy (PT) em São Paulo e ministro da Educação entre 2005 e 2012, quando se licenciou para disputar a Prefeitura de São Paulo. O convite partiu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que defendeu a escolha de Haddad em detrimento de nomes tradicionais do PT, como o de Marta.
Serra foi governador do estado de São Paulo (2007 a 2010), prefeito da capital paulista (2005 e 2006), ministro do Planejamento (1995 e 1996) e da Saúde (1998 a 2002) no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) (1995 a 2002), senador (1995 a 2003), deputado federal (1987 a 1994) e candidato à presidência da República em 2002 e 2010.

G1.com

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: