Passagem de ônibus em Teresina será de R$ 2,75

A tarifa de ônibus em Teresina passa a ser R$ 2,75. O decreto será assinado hoje e valerá a partir da publicação no Diário Oficial do Município. O valor é inferior aos R$ 2,83 sugeridos pelo Conselho Municipal de Transportes Públicos de Teresina, após reunião realizada ainda na semana passada. Por decisão do prefeito Firmino Filho, o valor da passagem para estudantes permanece congelada em R$1,05, valor que já perdura há 4 anos, desde que o início dessa gestão.

Foto: Bruno Roberto

Foto: Bruno Roberto

Para conceder o reajuste, a Prefeitura levou em consideração a planilha do sistema. No período, os gastos com insumos aumentaram. O valor do combustível aumentou 14,34% e o pagamento de pessoal, 10,97%, no período, por exemplo. “A proposta do Conselho era de R$ 2,83 porque eles levaram em consideração a mesma quantidade de passageiros do ano passado. Acreditamos que, com a implantação dos terminais de integração, o número de passageiros irá aumentar, assim como a qualidade no sistema de transporte da capital”, pontuou o prefeito Firmino Filho, lembrando que, somente o reajuste do pagamento dos funcionários o reajuste foi superior aos 10%, e que o valor definido não repõe, sequer, a inflação do período.

Mesmo com o reajuste, o valor da tarifa do transporte público da capital é um dos menores do país. Neste ano, pelo menos 18 cidades do país, entre elas, seis capitais, anunciaram reajustes nas tarifas. Em São Paulo, por exemplo, as passagens unitárias de ônibus, trem e metrô passam de R$ 3,50 para R$ 3,80 a partir de 9 de janeiro. Já no Rio de Janeiro, as tarifas foram reajustadas a partir do dia 2 de janeiro, aumentando R$ 0,40, e prevê a cobrança unitária de R$ 3,80.

Em Petrolina, no Pernambuco, por exemplo, a tarifa saiu de R$2,80 para R$ 3,00. Em Salvador, na Bahia, a passagem saiu de R$ 3,00 para R$3,30. Em Rio Branco, no Acre, a tarifa sai de R$ 2,75 para R$ 3,00. Para garantir a melhoria do sistema de transporte público da capital, a Prefeitura de Teresina vem realizando uma série de investimentos na infraestrutura necessária para a efetiva integração dos ônibus. Já no início deste ano será entregue o primeiro terminal, na região do Grande Dirceu. Oito terminais estão em construção.

Além disso, estão sendo construídas as faixas e corredores exclusivos para ônibus. Com essas medidas, o passageiro pagará apenas uma passagem e poderá se deslocar por toda a cidade, inclusive utilizando linhas interterminais. As modificações permitirão ainda que o usuário do sistema possa se deslocar de forma mais rápida, já que os ônibus trafegarão de forma livre, sem concorrer com os carros, e com conforto, porque as linhas troncais terão ar-condicionado.

Nos terminais de integração, enquanto aguarda a chegada do coletivo, os usuários poderão se utilizar de uma estrutura de socialização, os parklets. Serão espaços confortáveis, dotados de internet via wi-fi, bancos para descanso e bicicletário. Como meta para 2016, o prefeito Firmino Filho determinou que os investimentos em mobilidade urbana devam ser priorizados. Além destas obras estão sendo asfaltadas as principais vias da cidade. Isso permitirá o rápido deslocamento dos ônibus.

About Willams Rocha

%d blogueiros gostam disto: