Parecia impossível eu mudar

Minha infância parecia ser como a de todos, porém, a partir dos 10 anos algo começou a me diferenciar dos demais. Dentro de casa, minha forma física e meu comportamento foi se assemelhando ao de minha irmã, causando uma certa estranheza por parte dos meus irmãos. Logo isso veio à tona na rua diante de meus amigos, a ponto de ser confundido com menina na escola. À medida que o tempo ia passando, mais ia me acostumando com a ideia de que aquilo me fazia sentir bem. Parecia que eu havia descoberto a minha real identidade.

Aos 15 anos decidi assumir minha homossexualidade, causando revolta por parte de alguns membros da família, mas também elogio de outros que entenderam minha escolha. Sempre deixava claro: “Nasci assim, morrerei assim”. Entendia que era o melhor para mim e aprendi a me acostumar com aquela situação. Com o tempo, fui me envolvendo mais, fazendo planos e criando sonhos. Namorei, curti, aprontei e me envolvi até com homens casados. Era incrível como eles me desejavam muito mais do que suas esposas. Estavam cansados da mesmice e se aventuravam comigo querendo “algo diferente”.

Em épocas de carnaval, alugávamos casas de praia a fim de aproveitar a temporada da melhor forma possível. Ali acontecia de tudo: drogas, bebidas, orgias, enfim, tudo que eu imaginava ser o melhor para mim, porém, toda essa ilusão foi tendo o seu preço. Tentava me enganar, mas não conseguia. Mesmo vivendo essa fantasia, era totalmente depressivo, angustiado, tinha nojo de mim mesmo e desejo de suicídio. Sorria por um momento, mas chorava o dia inteiro por dentro. Fui humilhado, rejeitado pela família e amigos, me sentia só e sempre vazio.

Buscava uma felicidade que parecia nunca existir, até que uma obreira decidiu visitar minha casa a convite de minha mãe. Depois de muita insistência, resolvi ir à igreja com meu ex-companheiro, com quem vivi por quase 2 anos. Com o tempo fui abrindo meus olhos e larguei meu relacionamento, assumindo verdadeiramente o Senhor Jesus. Fui me libertando nas correntes da Universal, buscando dia após dia meu encontro com Deus. O engraçado é que fui mais criticado por frequentar a igreja do que pelo meu passado.

Hoje me garanto como homem, e homem de Deus. Sou um empresário bem-sucedido em minha cidade, e como obreiro dedico grande parte de minha vida a ajudar os que precisam.

Veja como eu sou agora..


Blog do Bispo Edi Macêdo

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: