Padre italiano queima foto de Bento XVI durante missa e critica renúncia Andrea Maggio

Padre italiano queima foto de Bento XVI durante missa e critica renúncia
Andrea Maggio criticou renúncia do papa emérito afirmando que “um pastor não abandona suas ovelhas”

O padre de uma igreja da pequena cidade italiana de Castelvittorio (noroeste do país, próximo à fronetira com a França), Andrea Maggio, queimou neste domingo (03/03), em plena missa, uma foto de Bento XVI diante dos fiéis, após gritar que um papa não abandona seu rebanho. A informação foi dada pelo prefeito local, Gianstefano Orengo, à imprensa.

“Foi um gesto surpreendente, cometido na frente de mais de dez crianças. Pode ser que dom Andrea esteja atravessando um momento delicado do ponto de vista psicológico, mas, de qualquer forma, é um gesto muito grave”, disse Orengo.

Leia mais
Renúncia de Bento XVI desmistificou figura do papa, diz Leonardo Boff
Ao deixar papado, Bento XVI se diz um “simples peregrino” que trabalha pelo bem da Igreja
Vaticano admite uso de grampos durante investigações do Vatileaks
Não há data definida para início do conclave, diz porta-voz do Vaticano

O episódio ocorreu em uma missa matinal e, poucos minutos após ela começar, o padre pegou uma foto de Bento XVI que estava perto de um candelabro e a ateou fogo, perante os olhos atônitos dos presentes.

O sacerdote justificou o fato acusando Bento XVI de ter abandonado o rebanho, “e um pastor – disse – não abandona suas ovelhas”.

“Muitos fiéis protestaram e outros ficaram desconcertados, ante um feito que não tem justificativa”, acrescentou o prefeito.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: