Padre distribui folheto contra a Igreja Universal na Ilha da Madeira

Folheto distribuído pela Igreja Católica da Calheta, Ilha da Madeira, Portugal, jogando a comunidade local contra a Igreja Universal. Aqui vemos um claro ato de discriminação religiosa e isso é perigoso, pois promove o ódio nos corações das pessoas. Isso sim é fundamentalismo! Chamam-nos de desgraça e que destruímos famílias.
Leia e saiba do que acusam a Igreja recém inaugurada na freguesia. Deixe seu comentário de repúdio.

O QUE É A IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS? (IURD) A igreja Universal do Reino de Deus foi fundada por Edir Macedo no Brasil no ano de 1977. Antes de se auto proclamar “Bispo”, Macedo trabalhou como caixeiro da loteria no estado do Rio de Janeiro. Aos 20 anos abandonou o catolicismo e se converteu ao pentecostalismo, ingressando à denominada Igreja Nova Vida. Permaneceu ali durante 10 anos antes de abandoná-la -segundo disse- por ser “elitista”. Em 1977, junto com um grupo de amigos abriu um pequeno local em um bairro pobre do Rio de Janeiro. Declarou se “bispo” e fundou a Igreja Universal do Reino de Deus. Nos primeiros anos apenas sobrevivia economicamente até que uma crente vendeu um terreno e lhe doou o dinheiro. Nesse momento comprou 10 minutos por dia na Rádio Metropolitana. Começou o êxito. Em 1980 tinha várias horas de rádio e uma hora de televisão no canal Rio Tupi. Abriu um local na cidade de São Paulo e em 1982 comprou a primeira emissora de rádio -Rio Copacabana -. Seu carisma, falte de limites e o uso de técnicas de manipulação produziram uma explosão em sua igreja e um crescimento incomparável. Entretanto, Macedo incorporou novos elementos a sua doutrina que pouco têm a ver com o bíblico. Para curar-se vendem “pedras da tumba de Jesus”, ” a água benta do rio Jordão”, “a rosa milagrosa”, “sal abençoado pelo Espírito Santo”. Além disso, convidam aos fiéis a participar das reuniões e “comer o pão abençoado para curar doenças”. Desde o princípio Edir Macedo copiou dos pregadores norte-americanos a chamada teologia da prosperidade, quer dizer, que os fiéis devem entregar seus dízimos para não serem conduzidos às garras de Satanás. Na Igreja Universal as reuniões duram aproximadamente duas horas com a metade do tempo dedicada à Bíblia e a outra metade a arrecadar dinheiro. Os seguidores de Macedo têm que aderir-se às seguintes normas: – Se quiser sair da miséria, se quiser conseguir um emprego, se quiser curar-se de alguma doença deve entregar o dízimo. – Deus disse: trazei os dízimos. Quando você dá o seu dízimo, Deus abre as janelas do céu e derrama bênçãos. – O dízimo não é somente o dinheiro do salário, também da aposentadoria e da pensão. – Se não entrega seu dízimo o dinheiro vai desaparecendo porque o demônio devorador entrou. 


– Tirem todas as moedas que vocês têm. Eu não quero tirar dez centavos. Isso não existe. Quero todas as moedas porque elas representam a miséria. 


– Se for dizimista, conseguirá trabalho. O dízimo não é uma doação é uma 

devolução. Honra a Deus com teus bens. Arrecadações milionárias: O tema da arrecadação de dinheiro converteu-se no melhor negócio de Macedo. Diferente de outros cultos pentecostais que promete a seus fiéis a felicidade no ‘além’, Macedo assegura que Deus dará as gratificações de seus fiéis aqui na Terra. Daí que quanto mais dinheiro se entrega, terá mais possibilidades de ser rico nesta vida. Diversas organizações, incluindo as Associações Evangélicas do Brasil, denunciaram Macedo por utilizar a manipulação como método para obter dinheiro.Nos suplementos econômicos dos noticiários brasileiros pode-se ler este tipo de notícias: “A Igreja Universal fatura mais que a Autolatina: Em um ano a Igreja teve um ganho de 735 milhões de dólares, enquanto a Autolatina somente 337 milhões, sendo esta a melhor empresa privada do país”. Em menos de 20 anos, Edir Macedo converteu um pequeno local alugado de um bairro humilde do Rio de Janeiro na maior multinacional brasileira. Hoje a Igreja Universal conta com 6 milhões de fiéis e 1 milhão de ingressos anuais que produz, livre de impostos, tem 3.000 templos distribuídos maioritariamente no Brasil e em 46 países de todo o mundo. A Igreja Universal conta em todos os seus templos, mais de 2.000 só no Brasil, com cinco cultos por dia onde os fiéis são incentivados a doar seu dízimo. Macedo organizou sua empresa de forma piramidal, ele é o dono, o segue um grupo seleto de bispos, que discutem duas vezes por ano as políticas a seguir, e mais de 7.000 pastores que cobram um salário de 700 dólares, recebem uma casa e um carro quando pastoreiam em mais de um templo. O que se diz um negócio redondo. Em meados de 1990 a Justiça brasileira começou a investigar o bispo Macedo e os negócios da Igreja Universal. Em 1992 terminou preso durante doze dias acusado de fraude e malversação já que sua conta bancária tinha acumulado mais de 100 milhões de dólares. No fim seus advogados conseguiram a absolvição no processo judicial. Em 1995, Carlos Magno de Miranda, um bispo dissidente da Igreja Universal, relatou que narcotraficantes colombianos tinham entregado em 1989 vários milhões de dólares para a compra da TV Record, a cadeia televisiva; que Macedo utilizava a Igreja para a lavagem de dinheiro do Cartel de Cali e utilizava uma dupla contabilidade para evadir a fiscalização. A justiça começou a investigar Macedo por fraude fiscal, extorsão de seus fiéis para obter contribuições e laços com o narcotráfico. O juiz Guilherme Calmon derrubou 12 locais da seita e ordenou quebrar o sigilo bancário das empresas e dos líderes da Igreja universal. Nestas circunstâncias a rede televisiva Globo aproveitou e mostrou, uma e outra vez, imagens do bispo Macedo ensinando a seus pastores a pedir dinheiro. A rede Globo obteve um vídeo onde se observava em um cenário de um templo, um pastor da igreja universal do reino de Deus chutando e quebrando em pedaços a figura da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Frente à gravíssima situação que irritou a milhões de católicos brasileiros, a Confederação Nacional dos Bispos (CNBB) pediu aos fiéis não responder aos ataques e somente realizar atos de desagravo à padroeira do Brasil.


Caríssimos paroquianos 

Sou o padre Silvano, o vosso pároco e faço questão de vos entregar em mão este documento, dada a GRAVIDADE da situação. Irmãos, como já me conheceis há cinco anos, sabeis que não sou de me afligir muito, mas desta vez confesso-me aflito. Sou o pai desta família que é a minha tão querida Calheta e como pai sinto um VERDADEIRO CANCRO a entrar nas nossas comunidades. A igreja universal não é uma seita qualquer, eu tenho estudado quem é esta gente, eles primeiro dão, convencem, prometem depois SUGAM TUDO o que uma pessoa lhes pode dar. Isto não é um problema religioso, é SOCIAL. A lei nada pode fazer para os impedir. São aos milhares os testemunhos daqueles que se deixaram envolver nas suas malhas e DESGRAÇARAM-SE e á sua família. Escrevo-vos a chorar, pois sei que eles vão conseguir arrastar alguns de vós, é preciso ser muito forte para resistir às suas artes e palavras DEMONÍACAS. Hoje peço apenas que rezemos juntos. Vejo no panfleto deles que vão inaugurar o espaço nas Laranjeiras, bem no coração da nossa freguesia, NÃO PODEMOS PERMITIR QUE TAL ACONTEÇA. Eles nunca estão muito tempo num lugar, chegam, sugam e fogem, é assim que funcionam, irmãos que ninguém desta freguesia entre naquele lugar, é uma espécie de «droga religiosa» mas a sua única missão é ROUBAR os bens dos seus «fiéis». Não digo isto preocupado em perder os fiéis à Missa, falo por AMOR à MINHA CALHETA a este povo que sirvo e amo.
Pe Silvano Gonçalves
igreja universal do reino de Deus
tem destruído milhões de famílias em todo o mundo
ELES ESTÃO A CHEGAR Á CALHETA

http://movimentojovemcidadao3.blogspot.com.br/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: