orteio da Copa pode formar grupo com os três favoritos à Bola de Ouro


Sorteio da Copa pode formar grupo com os três favoritos à Bola de Ouro
O sorteio da Copa do Mundo de 2014, que acontecerá nesta sexta-feira, às 14 horas (de Brasília), na Costa do Sauípe, pode formar um grupo com nada menos que os três jogadores…

ESPN.com.br/Getty

França, de Ribéry; Argentina, de Messi; e Portugal, de Cristiano Ronaldo, podem cair no mesmo grupo da Copa-14

O sorteio da Copa do Mundo de 2014, que acontecerá nesta sexta-feira, às 14 horas (de Brasília), na Costa do Sauípe, pode formar um grupo com nada menos que os três jogadores favoritos à Bola de Ouro de 2013.

Devido à distribuição dos potes e cabeças de chave, é possível que Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Franck Ribéry encontrem-se já na primeira fase do Mundial.

Dentre as seleções que os três representam, apenas a Argentina, de Messi, está no grupo de cabeças de chave. A França, e Ribéry, e Portugal, de Ronaldo, estão no pote 4, com outras sete seleções europeias.

A dinâmica do sorteio prevê que um dos quatro cabeças de chave sul-americanos – Brasil, Argentina, Colômbia e Uruguai – esteja em um grupo com dois adversários europeus.

Messi, Cristiano Ronaldo e Ribéry lideram a corrida pela conquista do prêmio de melhor jogador do mundo, que será dado pela Fifa em 13 de janeiro, em evento na cidade suíça de Zurique.

O argentino, em que pesem as lesões dos últimos meses, levou o Barcelona ao título espanhol, foi artilheiro da Europa pela terceira vez e teve participação importante para tornar tranquila a classificação da Argentina para a Copa do Mundo.

Cristiano Ronaldo, por sua vez, foi eleito o MVP da Liga Espanhola e viveu o momento mais artilheiro de sua carreira no início de temporada pelo Real Madrid – tem média superior a um gol por partida e lidera a lista de goleadores da Champions League e da Liga. Não bastasse isso, ele foi fundamental na classificação de Portugal para a Copa, marcando três gols no duelo decisivo contra a Suécia.

Menos badalado dos três, Ribéry quase ficou fora do Mundial junto com a seleção francesa – a equipe só se classificou na repescagem após uma vitória por 3 a 0 sobre a Ucrânia.

Ainda assim, o francês comandou o Bayern de Munique em uma temporada histórica que teve título invicto na Bundesliga, título da Copa da Alemanha e a conquista da Champions League, incluindo um 7 a 0 agregado no confronto com o Barcelona na semifinal.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: