Operário morto na Arena Pantanal estava em desvio de função


Operário morto na Arena Pantanal estava em desvio de função

O secretário extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, afirmou que o operário não usava luvas quando o acidente aconteceu

O operário Muhammad’Ali Maciel Afonso, de 32 anos, que morreu nesta quinta-feira ao trabalhar nas obras da Arena Pantanal, em Cuiabá, foi contratado para desempenhar a função de montador, e não de eletricista. Afonso morreu após sofrer uma forte descarga elétrica enquanto instalava a fiação no Setor Leste das arquibancadas.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o secretário extraordinário da Copa, Maurício Guimarães, afirmou que o operário não usava luvas quando o acidente aconteceu. De acordo com a superintendência de fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego em Mato Grosso, Afonso não estava utilizando nenhum equipamento de segurança – o que contradiz a versão da empresa Etel, para a qual o operário trabalhava.

O chefe da fiscalização, José Almeida, disse que a Etel confirmou que o operário estava em desvio de função. Baseada nisso, a família da vítima entrará na Justiça para buscar uma compensação financeira.

Após o ocorrido, Maurício Guimarães disse que tomará todas as providências para que os culpados sejam responsabilizados.

Fonte: Gazeta Esportiva

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: