Operação desarticula quadrilha de jogo do bicho e lavagem de dinheiro

Mandados de busca e apreensão ocorrem nesta manhã no DF

Kelly Almeida

Policiais carregam materiais apreendidos durante a operação

Policiais civis realizam na manhã desta quinta-feira (26/12) uma operação para desarticular uma organização criminosa voltada para a prática do jogo do bicho e lavagem de dinheiro na capital federal. O grupo estaria movimentando cerca de R$ 3 milhões por mês com a jogatina ilegal. A Operação Armadilha, conduzida pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco), cumpre 27 mandados de buscas e apreensões. Pelo menos quatro já foram presos, alguns deles suspeitos de serem líderes da quadrilha. Segundo as investigações, o grupo atuava em todo o Distrito Federal.

Entre os investigados estão um policial civil aposentado e um sobrinho do ex-bicheiro carioca Castor de Andrade, já falecido. A quadrilha agia de forma organizada e com hierarquia definida, segundo as investigações. A jogatina era realizada em máquinas semelhantes às usadas para transações com cartões. A contabilidade do grupo ocorria em pelo menos cinco escritórios, alguns localizados em áreas nobres do DF, como as asas Sul e Norte e o Lago Sul, além de outros.

Pelo menos 14 pessoas estão envolvidas no jogo ilegal do DF – liderado por pelo menos seis delas. Com a operação, os suspeitos terão os bens bloqueados.

Aguarde mais informações

Fonte: Correio Braziliense

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: