O terno, o suplente e Bené

Quem apostou na cassação de Benedito Domingos (PP) se deu mal. Não foi dessa vez. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu suspender o julgamento que não foi finalizado nesta quarta-feira, 10. O pior é que o suplente já havia encomendado o terno de posse que seria pago em 24 suaves prestações. Agora o alfaiate está com medo de não receber as prestações em dia. O certo é que Bené vai continuar mais um pouquinho como deputado distrital. Lembrando que um processo de cassação corre na CLDF um processo de cassação contra o parlamentar.

Seria bom, o nosso personagem continuar pagando o terno. Não é mesmo?

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: