O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) será investigado, com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF).

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) será investigado, com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), por suposto envolvimento com organização criminosa interessada na ocupação ilegal da Terra Indígena Xavante Marãiwatsédé, em Mato Grosso

nilson-leitão-1

Presidente do PSDB-MT é investigado por usar PEC para favorecer criminosos

JACQUES GOSCH / RDNEWS

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) será investigado, com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), por suposto envolvimento com organização criminosa interessada na ocupação ilegal da Terra Indígena Xavante Marãiwatsédé, em Mato Grosso.

Segundo denuncia do Ministério Público Federal (MPF), o tucano estaria utilizando o cargo público para favorecer o grupo interessado na aprovação da PEC 215, que retira da Funai a prerrogativa de demarcar terras indígenas transferindo a responsabilidade ao Congresso Nacional.

O requerimento para que o inquérito da Polícia Federal fosse encaminado ao STF partiu da Procuradoria da República em Barra do Garças. Em razão do foro privilegiado de Nilson Leitão, o Supremo desmembrou as averiguações solicitando que o MPF se manifeste sobre a necessidade de realizar novas diligências.

A investigação da Polícia Federal aponta a invasão de terras indígenas Xavante no norte do Estado com indícios da possível participação de Nilson Leitão.

“As investigações apontaram para a existência de uma verdadeira associação criminosa que, valendo-se de poderio econômico e influência política na região, passaram a manipular número indeterminado de pessoa e incitar a prática de diversos atos criminosos (depredação e furto de bens públicos federais, cárcere privado de servidores públicos e ex-posseiros, obstrução de estradas federais, cárcere privado de servidores públicos e ex-posseiros, obstrução e estradas, ameaças, incêndios)”, diz trecho do requerimento apresentado pelo MPF.

A decisão autorizado a investigação da conduta do parlamentar foi proferida pelo ministro Dias Toffoli no último dia 30 de março. Segundo o despacho “há inferência de áudios em que o deputado federal Nilson Leitão foi citado em atividades que extrapolariam, em princípio, a representação parlamentar, incitando o descumprimento de ordem judicial”.

O MPF ainda indica que interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça demonstram possíveis negociações para direcionar o parecer da relatoria da Comissão Especial da PEC 215, presidida por Nilson Leitão, ao interesses do suposto grupo criminoso. Na Câmara Federal, o tucano é um dos principais defensores das mudanças nas regras para demarcação de áreas indígenas.

A Terra Indígena Marãiwatsédé, situada na região do Araguaia, foi demarcada e homologada em 1998. Entretanto, os posseiros foram retirados da área somente em janeiro de 2013 durante operação da Força Nacional de Segurança.

Após a desintrusão da área, os invasores tentaram por diversas vezes retornar. Somente em agosto de 2014, a Polícia Federal deflagrou operação que resultou no cumprimento de cinco mandados de prisão, oito de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão contra o grupo que tentava impedir a ocupação das terras pelos Xavantes.

Outro Lado

O deputado federal Nilson Leitão afirma que o MPF cumpre sua prerrogativa constitucional ao investigá-lo. Entretanto, afirma que sua inocência será comprovada ao final das apurações. “Não tenho nada com isso. Acredito que a denúncia seja uma espécie de repreensão pela minha atuação firme na presidência da Comissão Especial da PEC 215″, declarou em entrevista ao Rdnews.

http://paginadoenock.com.br/o-deputado-federal-nilson-leitao-psdb-sera-investigado-com-autorizacao-do-supremo-tribunal-federal-stf-por-suposto-envolvimento-com-organizacao-criminosa-interessada-na-ocupacao-ilegal-da-terra/

About Germano Guedes

Olá Pessoal,
Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”.
Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas.
Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade.
Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural.
Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire.
Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações.
No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade.
Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.

%d blogueiros gostam disto: