Novos secretários devem tomar posse na próxima terça

Novos secretários devem tomar posse na próxima terçarollemberg9

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) anunciou, na tarde desta terça-feira (13), a tão esperada reforma administrativa. Uma das maiores mudanças é a criação da pasta Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais, que será chefiada por Sérgio Sampaio. Ao todo, serão 17 secretarias, incluindo a Casa Militar. Os novos integrantes do primeiro escalão devem tomar posse na próxima terça-feira (20).

Segundo o governador, até semana que vem serão definidas como ficam as novas estruturas. “Quero registrar que todas as 17 secretarias estão unidas no objetivo comum de melhorar a qualidade de vida em Brasília e garantir a recuperação da capacidade de investimento. Estamos reduzindo desde o início do ano e economizamos R$ 800 milhões no custeio da máquina. Esse é mais um esforço para garantir equilíbrio orçamentário. A ideia é que secretários tomem posse na terça que vem”, disse Rollemberg.

Algumas mudanças já tinham sido antecipadas, como a ida de Marcos Dantas para a secretaria de Mobilidade (Semob); Carlos Tomé, ex-chefe da pasta, assume a chefia de gabinete de Rollemberg. Rômulo Neves deve ir para a diretoria de alguma estatal. As secretarias de Planejamento (Seplag) e de Gestão Administrativa (Segad) agora são uma só e Leany Lemos será a titular. Alexandre Ribeiro, até então número um da Segad, será o adjunto.

A secretaria de Ciência e Tecnologia será extinta. A área ficará por conta de uma de uma coordenação, chefiada por Oskar Klingl, vinculada ao gabinete do governador. Outra pasta que sofreu mudança é a Controladoria-Geral do DF: sai de cena Djacyr Arruda e entra Henrique Ziller, auditor federal de controle externo do Tribunal de Contas da União e diretor do Instituto de Fiscalização e Controle. Na secretaria de Políticas para Crianças Adolescentes e Juventude, sai Jane Klebia e entra Aurélio de Paula Guedes Araújo — que é uma indicação do deputado Israel Batista (PV).

O agora ex-administrador de Brasília Igor Tokarski ficou mais poderoso: será o adjunto da Secretaria de Governo para Relações Institucionais e ficará responsável por coordenar a relação política do Buriti com a Câmara Legislativa.

A tão comentada supersecretaria de Trabalho, Turismo, Agricultura, Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Econômico não virou realidade. O PSD, que comanda Desenvolvimento Econômico, bateu o pé e não aceitou entregar a pasta. O distrital Joe Valle (PDT), tido como opção, chegou a ficar com um pé no governo, mas não foi. Ainda assim, juntou-se a pasta do PSD ao Turismo, até então comandado por Jaime Recena, do PSB. Arthur Bernardes será secretário e Recena, adjunto.

Assim como o correligionário Reginaldo Veras, Valle rejeitou a secretaria de questões sociais que engloba Desenvolvimento Humano, Mulher, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Trabalho, criada para acomodar o PDT. É a única pasta que ainda não tem chefe. Rollemberg afirmou que espera uma indicação do PDT para definir o chefe do órgãoOutro que chegou a ser cogitado, mas continuou distrital é o líder do governo na Câmara, Julio César (PRB). O maior desagrado do deputado, no entanto, foi ter visto o partido não abocanhar nada no primeiro escalão: Educação e Esporte acabaram fundidas e Júlio Gregório ficou como secretário — Leila Barros, do PRB, será a adjunta. No fim das contas, nenhum deputado virou secretário.

Comissionados e greves

Além dos cortes no primeiro escalão, Rollemberg citou o objetivo de reduzir em 20% os custos com comissionados. Segundo o chefe do Executivo, o Buriti estuda se diminui os salários das funções em comissão para evitar demissões. E fez um apelo para findar as greves. “Quero fazer um apelo aos servidores para que garantam o serviço público”, afirmou. “Não estamos pagando os reajustes por total impossibilidade. Confio muito que o bom senso prevalecerá e a greve vai acabar. A paralisação não terá sucesso, pois não temos dinheiro para pagar”, continuou.

Secretarias fundidas.

Casa Civil
– Secretaria de Relações Institucionais e Sociais
– Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais Sérgio Sampaio
– Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável
– Secretaria de Turismo
– Secretaria de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo Arthur Bernardes
– Secretaria de Educação
– Secretaria do Esporte e Lazer
– Secretaria de Educação e Esporte Júlio Gregório Filho
– Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão
– Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização
– Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão Leany Lemos
– Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo
– Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos
– Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social
– Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos A definir

– Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude: Aurélio de Paula Guedes Araújo

Secretários mantidos.

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/2015/10/13/novos-secretarios-devem-tomar-posse-na-proxima-terca

 

– Casa Militar Cláudio Ribas
– Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social Arthur Trindade
– Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural José Guilherme Leal
– Secretaria de Cultura Guilherme Reis
– Secretaria de Fazenda Pedro Meneguetti
– Secretaria de Gestão do Território e Habitação Thiago de Andrade
– Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos Julio Cesar Peres
– Secretaria de Justiça e Cidadania João Carlos Souto
– Secretaria de Mobilidade Marcos Dantas
– Secretaria de Saúde Fábio Gondim
– Secretaria do Meio Ambiente André Lima

 

Governadoria

– Chefia de Gabinete: Carlos Tomé, atual secretário de Mobilidade, assume o cargo, em substituição a Rômulo Neves.
– Chefia de Comunicação Institucional e Interação Social: Vera Canfran permanece no cargo.
– Consultoria Jurídica: René Rocha Filho permanece no cargo.
– Coordenadoria de Ciência e Tecnologia: Com a extinção da secretaria, a área fica sob responsabilidade de uma coordenação, da qual estará à frente Oskar Klingl, atual secretário-adjunto da pasta.

About Germano Guedes

Olá Pessoal, Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”. Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas. Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade. Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural. Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire. Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações. No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade. Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.
%d blogueiros gostam disto: