Nota de esclarecimento sobre o processo de apuração da votação para a escolha de Conselheiros Tutelares do Distrito Federal

conselho1
Nota de esclarecimento sobre o processo de apuração da votação para a escolha de Conselheiros Tutelares do Distrito Federal A Comissão Especial do Processo de Escolha informa que a votação para escolha de Conselheiros Tutelares, realizada no dia 04/10/2015, no Distrito Federal, ocorreu dentro da normalidade garantindo a ampla participação da população. Avaliamos como expressivo o comparecimento de mais de 135 mil votantes, o maior da história do processo de escolha para Conselhos Tutelares no Distrito Federal. Os procedimentos de votação e apuração foram pautados pela mais absoluta transparência e idoneidade, com a presença de fiscais, candidatos, divulgação pública dos Boletins de Urnas (B.Us) e fiscalização permanente de representantes do Ministério Público. No local de apuração, foram recebidas 1576 urnas e 174 urnas reservas. Portanto, foram apuradas 1554 urnas, das quais 18 continham votos manuais. Das 1576 urnas utilizadas, em 22 (vinte e duas), foi identificada a necessidade de revisão e reanálise de dados. O procedimento de revisão das urnas foi adotado com base na Resolução nº 23.399 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em seus Artigos 171 e 172, que asseguram que, quando detectadas irregularidades na documentação da seção, a transmissão e a recuperação dos dados de votação, bem como a reimpressão dos boletins de urna poderão ser efetuadas por técnicos designados. Com objetivo de preservar a idoneidade do processo, a Comissão deliberou por submeter as 22 urnas a nova análise. O caso emblemático detectado pela Comissão Especial se refere a urna nº 1530, que apontava uma votação maior a um dos candidatos do que o total de votantes que teriam comparecido. No referido caso, os especialistas da Fundação Getulio Vargas, sob a supervisão da Comissão Especial e fiscalização do Ministério Público, constataram divergência de dados na referida urna. A questão foi solucionada com o acesso ao banco de dados da urna, momento em que se identificou uma sequência de 110 votos atribuídos ao candidato 150329, o que comprovou a citada divergência no momento da coleta de votos, que não poderia significar o comparecimento de votantes sequenciais. A FGV irá publicar uma nota técnica detalhando a apuração da urna. Neste sentido, a Comissão Especial do Processo de Escolha divulgará um novo resultado parcial, com os dados referentes à urna nº 1530 devidamente corrigidos após análise rigorosa. Nesta nova parcial serão apurados 135.260 votos, 109 votos a menos que na primeira parcial (135.369 votos). Informamos que restam ainda 21 (vinte e uma) urnas que não foram apuradas por estarem sob análise que constarão no resultado final da apuração dos votos. A Comissão Especial reitera a confiança nos procedimentos de votação e apuração adotados no processo de escolha, e considera que os problemas detectados em 1,3% de urnas, sob revisão cuidadosa, não colocam em risco os resultados e a legitimidade do processo. Ressalta-se que o prazo de divulgação do resultado final, previsto no Edital nº 09, de 4 de setembro, é até 23/10/2015.

http://netstorage.fgv.br/conselho_tutelar/NOTA_DE_ESCLARECIMENTO_7.10.2015.pdf

About Germano Guedes

Olá Pessoal,
Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”.
Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas.
Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade.
Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural.
Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire.
Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações.
No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade.
Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.

%d blogueiros gostam disto: