Niemeyer: Último projeto para Brasília


Niemeyer: Último projeto para Brasília
Memorial Jango aguarda verba para iniciar construção.

Expectativa era começar a construção em 2014, 50 anos após o Golpe Militar.

A expectativa do Instituto João Goulart era começar a construção ainda este ano, simbólico pelo aniversário dos 50 anos do Golpe Militar que derrubou Jango. Mas a falta de verba deixa o projeto, iniciado há oito anos, sem data para o início das obras.

A construção, que terá duração de 15 meses e está orçada em R$ 17 milhões, inclui o memorial, um prédio anexo e um projeto paisagístico. Ao todo, o memorial projetado por Niemeyer, terá de 2.200 metros quadrados. Memorial foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Foto divulgação. …

O local para construção foi designado pelo GDF (Governo do Distrito Federal) e será construído no Eixo Monumental, entre a Praça do Cruzeiro e a Igreja Rainha da Paz. Segundo a diretora do Instituto João Goulart, Verônica Fialho, o espaço que será criado em Brasília não tem finalidade de fazer homenagem ao ex-presidente.

A diretora explica que o Memorial a Jango, será um espaço aberto ao público, com diversas atividades, filmes, debates e exposições acerca dos temas relacionados ao Projeto Liberdade e Democracia.

— A importância da restauração da liberdade e democracia deve ser lembrada, reverenciada, principalmente debatida com as novas gerações que não viveram aquela época do regime autoritário. A consideração da família pelo memorial é imensa.

Instituto João Goulart quer construir último projeto de Oscar Niemeyer para Brasília até 2014.

Verônica explica que o projeto está na fase de captação de recurso para a obra civil, através da Lei Rouanet de Incentivo a Cultura.

— Estamos agendando reuniões com possíveis patrocinadores. Já temos as plantas, projetos e o terreno, agora falta a verba para iniciarmos a construção. Talvez começar a construção do Memorial neste ano, em que se completam os 50 anos do Golpe Militar, seja mais simbólico do que inaugurarmos este ano.

Na época, Oscar Niemeyer chegou a se pronunciar sobre a importância da obra, ele ressaltou que buscou ser explicito sobre o afastamento do ex-presidente, último eleito antes dos governos militares.

— Quem conhece a história de João Goulart, sabe como ele foi violentamente afastado do cargo com o Golpe Militar de 1964, que durante 20 anos pesou sobre o nosso país. E isso eu procurei marcar na minha arquitetura, da forma mais clara, com uma grande flecha vermelha a atingir a cúpula projetada, afirmou Niemeyer na época.

Além do futuro memorial em Brasília (DF), em São Borja(RS), cidade natal do ex-presidente, existe a Casa Memorial João Goulart, que foi cedida a prefeitura pela família e restaurada. No local ficam comendas, pertences como bombachas, fotos e homenagens.

Fonte: Portal R7 DF – 26/07/2014

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: