Mulher do pedreiro Amarildo que foi morto por policiais militares está desaparecida há dez dias no Rio de Janeiro


Por Renato Souza


A mulher do pedreiro Amarildo, a senhora Elizabeth Gomes da Silva, de 48 anos está desaparecida há dez dias, no Rio de Janeiro. Os filhos da mulher já procuraram por ela na casa de parentes, nas ruas e diversos locais. A família conta que ela desenvolveu um quadro de depressão após o assassinato do marido. Amarildo foi assassinado após ser levado por uma viatura da Polícia Militar do Rio de Janeiro no ano passado. O jovem Emerson Gomes, de 21 anos, um dos filhos de Elizabeth conta que a mãe está dependente de álcool e que ainda não contou aos irmãos mais novos sobre o sumiço da matriarca. “Os meus irmãos menores perguntam o tempo todo sobre a minha mãe, mas não contamos o que aconteceu. Eles já sofreram muito quando o meu pai desapareceu, como vamos dizer que não sabemos onde a minha mãe está? No dia 30, ela chegou em casa pegou algumas roupas e disse que ia encontrar com o meu pai. Depois disso, não tivemos notícia”, disse Emerson. Os filhos da desaparecida vão começar a procurar em hospitais e necrotérios. Foto: EBC.

http://wellingtonmartinsdaestrutural.blogspot.com.br/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: