Moradores fecham Estrutural e causam caos no DF


Moradores fecham Estrutural e causam caos no DF

Eles são da invasão Vila Santa Luzia, na Estrutural, e querem uma reunião com o Seops
Thatyane Nardelli

Moradores da Vila Santa Luzia, expansão da Cidade Estrutural, fecharam as pistas principais e as marginais da região na manhã desta segunda-feira (24). Os manifestantes queimaram pneus e se posicionaram em frente aos carros. O 4° Batalhão da Polícia Militar foi acionado e tentou negociar com os manifestantes a liberação da via. 

O grupo reclamava de uma possível transferência de moradores do Setor de Chácaras Santa Luzia pelo governo. Eles vivem em local de risco e devem ser remanejados. A barreira está montada na entrada da Estrutural e da Cidade do Automóvel. O advogado da Associação de Moradores da Vila ficou em frente ao Batalhão do Choque, chamado devido a falta de negociação entre moradores e a PM.

De acordo com o coronel do 4º Batalhão da Polícia Militar, Marcos Koboltt, dez pessoas foram presas na ação por desacato a autoridade. Sobre pessoas que teriam sido agredidas pela PM, o capitão informou que quando “vai realizar uma prisão, as pessoas correm e por conta disso acabam se machucando”. “Desde as 6h50 da manhã nós estamos negociando para eles saírem da pista, mas foi preciso chamar o Choque”, concluiu.

Novo protesto
Os moradores da Vila Santa Luzia prometeram voltar às 16h desta segunda e a polícia garantiu estar de prontidão caso isso aconteça. “Não podemos deixar esse tipo de protesto virar rotina. Esse tipo de comportamento atrapalha a vida de muita gente. É toda uma cidade parada por conta disso”, afirmou o coronel Koboltt.

Os habitantes da Vila Santa Luzia se reunirão com representantes da Secretaria de Estado da Ordem Pública e Social do Distrito Federal (Seops). De acordo com uma moradora que preferiu não se identificar, eles reclamam de uma conta de água da Caesb. “Veio a conta com acréscimo de taxa de esgoto. Mas na verdade a gente tem fossa e usa para tomar banho, para cozinhar e até para beber, água suja”, reclamou.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: