Moradores do Jardim Botânico pedem a saída de Lacerda

 
   Parece que as coisas não andam muito bem para o atual administrador do Setor Habitacional Jardim Botânico, Cesar Lacerda. Os moradores da RA encaminharam ao governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, um “abaixo assinado” contendo 566 assinaturas pedindo a exoneração de Lacerda do cargo. No documento, os eles relatam a insatisfação com a atuação administração.

De acordo com Eliel Mendes, 44, morador da região, Agnelo Queiroz descumpriu uma promessa de campanha, em que, o Jardim Botânico seria administrado por uma pessoa da própria comunidade, o que não ocorreu.

Segundo os moradores, hoje a RA está à mercê de pessoas que não tem nenhuma identidade com o local e não são capazes de administrar o pouco do orçamento que entra.

A população afirma ainda, que em dois anos, César Lacerda e sua equipe não souberam se articular com a população e lideranças do Jardim Botânico, que carece de ações das mais simples e outras mais complexas para o desenvolvimento do local. Em decorrência da falta de comprometimento do administrador, os moradores estão revoltados e querem uma providencia imediata.
“Queremos a substituição do atual administrador e toda sua equipe”, afirma Edgar Morais, que vive no local há 12 anos.

AJAB: A vice-presidente da Associação dos Condomínios do Jardim Botânico (AJAB) Elizabeth Bastos, afirmou que Cesar Lacerda, junto com sua equipe de profissionais, não faz absolutamente nada pelo o condômino. “A atual gestão da administração é totalmente inoperante, nossas reivindicações nunca são atendidas. Cesar Lacerda está sempre ausente, e manutenções simples, como colocar placa de sinalização e aparar grama, nunca é feito”, frisou. Outra reclamação feita por ela, é que além de pagar as taxas do condomínio, os moradores são obrigados a desembolsar dinheiro para realização de obras na região. “Tanto a coleta de lixo, como a manutenção dos postes, é feita por moradores que se articulam para manter a ordem no local”, conclui.

Duplicação da DF 001

A duplicação da DF 001 é outra reivindicação antiga que nunca foi acatada por Cesar Lacerda, diante disso, a AJAB informou que os moradores estão se organizando para realizar um manifesto, a fim de que seja feita a duplicação da rodovia. Para que isso ocorra, os moradores estão se articulando com o administrador do Lago Sul, e alguns parlamentares, para que a duplicação da pista seja feita.
Na DF 001 já foram registrados graves acidentes, inclusive com vítimas fatais. Só no ano de 2011, foram 10 mortes. Pela frequência, o trecho é considerado perigoso.

Extensão: A DF-001 circunda todo o Distrito Federal, é quase um anel rodoviário. Ela começa no Colorado, passa pelo Paranoá, por alguns condomínios do Lago Sul, Papuda, São Sebastião, Catetinho, Balão do Gama, Pistão Sul e Norte de Taguatinga e Brazlândia, até chegar de volta ao Colorado

Novo administrador: Para os moradores da região, o administrador do Jardim Botânico tem que ser do local, com um perfil articulador, fazendo um elo entra a população e GDF; mediar conflitos, ter conhecimento dos anseios dos moradores; saber priorizar a aplicação dos recursos em materiais para limpeza, conservação e melhoria de equipamentos em áreas públicas, e, acima de tudo, ter interesse no desenvolvimento do local.

Defesa: Ao Guardian Notícias a administração do Jardim Botânico, informou, por meio do chefe de gabinete, Jesuíno de Jesus Pereira, que o abaixo assinado foi elaborado no inicio do ano, no dia 09 de maio, por um pequeno grupo de síndicos da Associação Comunitária dos Condomínios da Região do Jardim Botânico, que pleiteiam cargos na RA XXVII. “Como esse grupo não foi contemplado com vagas na administração, elaboraram um abaixo assinado como uma forma de pressionar”, afirmou Pereira.

Jesuíno disse ainda, que o Jardim Botânico possui cerca de 80 mil moradores e que as 566 assinaturas do documento não representa quase nada diante da dimensão de moradores da região.

Fala administrador: Já Cesar Lacerda informou que o abaixo-assinado é um direito que o cidadão tem de exercer a democracia, e se mostrou confiante no seu trabalho, tendo em vista que em uma região com cerca de 75 mil moradores, apenas 570 se mostraram insatisfeitos com a atual gestão. Lacerda ainda ressaltou que já conseguiu cumprir grande parte das reivindicações que não foram atendidas em gestões passadas e continua trabalhando para melhorar a cidade e a qualidade de vida dos moradores da região.

“As melhorias podem ser notadas logo na entrada da cidade. Onde foram construídas paradas de ônibus, calçadas e meios-fios para os pedestres, além da instalação da rede de águas pluviais em frente ao Condomínio Quintas do Sol. Outra obra realizada que vale a pena frisar, foi a pavimentação do asfalto em frente à Igreja Santa Clara – localizada no Jardim Botânico III. Além disso, o Jardim Botânico passou por uma grande limpeza para retirada de entulho e terra e ainda contou com uma revitalização da iluminação pública e com o plantio de 2 mil mudas de árvores por toda a cidade”, argumentou o administrador.

Que lembrou das obras na avenida do Sol do estacionamento do Setor Comercial que atualmente passa por uma licitação para ser ampliado.

Por Jean Marcio Soares

Fonte: Guardian Noticias

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: