Moradores da Cidade Estrutural terão acesso facilitado à internet

Moradores da Cidade Estrutural terão acesso facilitado à internet

Projeto levará pontos de acesso gratuito à rede mundial de computadores a diversos setores da região

Moradores da Cidade Estrutural receberão, até setembro, infraestrutura para se conectarem à rede mundial de computadores. A região será a primeira do Distrito Federal a fazer parte do programa “Cidades Digitais” para democratizar o acesso à internet, conforme Plano de Trabalho assinado pelo governador Agnelo Queiroz e que será encaminhado ao Ministério das Comunicações.

Entre os principais pontos do projeto estão: implantação de infraestrutura de conexão entre órgãos e equipamentos públicos locais e à internet; e instalação, em espaços de grande circulação, de um ou mais pontos públicos de acesso à internet para uso livre e gratuito pela população.

Além disso, espaços comunitários de uso das tecnologias digitais recebereão apoio para se tornarem centros irradiadores de informação e de integração das comunidades.

“A comunidade terá facilidades no acesso à internet, podendo pagar contas, acessar serviços para inscrição em programas do GDF e do governo federal, além da possibilidade de frequentar cursos de inclusão digital”, explicou Alexandre de Oliveira Lobo, subsecretário de Inclusão Digital e Conteúdos Tecnológicos, da Secretaria de Ciência e Tecnologia.

O “Projeto Cidades Digitais” será implantado em sintonia com o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). Além da democratização do acesso à informação, ele pretende contribuir na construção de uma política de governo eletrônico (e-Gov), baseada na universalização do acesso, na qualidade e na integração.

O QUE É – O Cidades Digitais é um programa do Ministério das Comunicações que tem o objetivo de modernizar a gestão e o acesso aos serviços públicos nos municípios brasileiros.

Para isso, atua na construção de redes de fibras ópticas que possibilitem a conexão entre os órgãos públicos e o acesso da população a serviços de governo eletrônico e espaços de uso de internet.

No DF, a articulação do programa foi feita pela Casa Civil da Governadoria. A Secretaria de Ciência e Tecnologia coordena a parte operacional da implementação do projeto. O fornecimento da banda larga também conta com a Secretaria de Planejamento, responsável pela rede corporativa do GDF.

Fonte: Agência Brasil

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: