Morador coloca faixa na 307 Sul e alerta sobre risco de assaltos a babás


Leandro está convocando os moradores para uma reunião neste sábado (12), às 10h, próximo ao parque

Thatyane Nardelli

“Uma babá ser assaltada e ainda mordida em um parquinho em frente a uma criança foi a gota d’água”. O desabafo é do ator Leandro Coelho, morador da quadra 307, na Asa Sul. Cansado de casos de violência no local, ele resolveu mobilizar os moradores com uma faixa alertando para o risco de assaltos no local e convocando para uma reunião a fim de achar uma saída para que a região fique mais segura. 

“Contratar uma vigilância comunitária, chamar atenção da população para ficar mais alerta. O que eu sei é que algo precisa ser feito”, afirma Coelho. A quadra, próxima de um comércio 24h e de um Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, vem sofrendo assaltos constantes. No início do mês, o prédio onde o ator vive foi invadido. “O cara entrou pela portaria, foi até a garagem, arrombou um armário e o portão e saiu como se nada tivesse acontecido”, contou. O roubo só foi percebido após checar as câmeras de segurança, que segundo o morador “também não inibe a presença de bandidos”.

Leandro está convocando os moradores para uma reunião neste sábado (12), às 10h, próximo ao parque onde a babá teve os pertences pessoais e da criança levados na tarde dessa quarta-feira (09). A mulher, não identificada, foi mordida no braço. “Todos os dias vemos dependentes químicos circulando por aqui”, enfatizou o ator. “Até adolescentes bêbados a gente vê quebrando lixeiras”, concluiu.

A babá da filha de Leandro já foi avisada a não levar a criança todos os dias para brincar no parque. “Tenho que proteger elas e, infelizmente, vai ter que ser assim”, enfatizou.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: