Mistério cerca o Periquito; Luziânia mantém base


Resultados ruins em amistosos e elenco desconhecido preocupam o Gama; Luziânia segue com equipe da vice de 2013
Marcus Eduardo Pereira

Incógnita. Essa é a palavra que define a equipe do Gama para a temporada. Desde que a empresa GP Soccer assumiu o time profissional do Periquito (o contrato firmado é válido quatro anos), jogadores pouco conhecidos foram contratados.

O grupo tem disputado amistosos, mas os resultados não têm agradado o público. Mesmo assim, a diretoria aposta todas suas fichas em seus atletas – a maioria deles disputou a Série B do Carioca em 2013 e também divisões de acesso do futebol português.

De todo o elenco, o setor que cria mais expectativas é o ataque. A disputa pela camisa 9, inclusive, está acirrada. Jhon, que já atuou pelo Internacional, e dois atacantes de nomes curiosos, Fábio Saci e Pimenta, são os favoritos ao posto. 

“A torcida aqui é apaixonada e tem cobrança. Isso é bom para darmos nosso máximo e não decepcionar”, disse Fábio Saci, que costuma comemorar seus gols imitando o folclórico personagem.

Sem refresco para o Jacaré

O atacante Pimenta se mostra ansioso para enfrentar o Brasiliense o quanto antes.

“Clássico é clássico. Todos querem jogar esse tipo de jogo, sair vitorioso e deixar a torcida feliz”, comenta o reforço.
Gama//Ficha técnica
Cotação ao título: ***
Fundação: 1975
Estádio: Bezerrão, no Gama
Mascote: Periquito
Treinador: Eduardo Allax
Número de Títulos: 10

Base mantida para repetir ano de 2012

Vice-campeão do Campeonato Candango de 2012, o Luziânia quer repetir o bom desempenho nesta temporada. Para isso, manteve a base de atletas – alguns atuam no time há dois anos -, e trouxe alguns bons reforços.

O atacante Chefe, o zagueiro Perivaldo, os volantes Lucas e Thompson e o goleiro Edmar Sucuri foram mantidos. 

A decepção com os resultados da temporada passada levou a diretoria mudar a maneira de agir e a apostar em jogadores que fizeram carreira em outros estados. “Estamos trabalhando para fazer um bom campeonato. Não obtivemos o mesmo resultado de 2012 no ano passado e, por isso, ocorreu essa renovação. É algo comum no futebol”, comentou o goleiro Sucuri.

Bala na agulha

O Luziânia resolveu adotar a política de contratar medalhões. A aposta da vez é um atleta que fez sucesso com a camisa do Flamengo ao lado de Sávio e Romário. Trata-se do atacante Lúcio Bala, principal arma do time no campeonato.

“Comecei a acompanhar o Luziânia no ano passado. Quase vim jogar aqui, mas esse ano deu certo e espero corresponder”, afirmou o experiente Lúcio, de 38 anos, que defendeu o Gurupi-TO na última temporada.
Luziânia//Ficha técnica
Cotação ao título: **
Fundação: 1926
Estádio: Serra do Lago, em Luziânia
Mascote: Igreja
Treinador: Ricardo Antônio
Número de Títulos: nenhum
Quer ler mais o Torcida? Acesse já a edição digital e confira o caderno especial do Candangão.
Clique aqui e leia esta e outras notícias.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: