MEIO AMBIENTE: COMUNIDADE SE MOBILIZA PARA SALVAR O RIBEIRÃO SOBRADINHO

 Por: Gizele Chaves

Só neste fim de semana, foram plantadas 10 mil mudas às margens do Ribeirão
A fim de realizar a recuperação de todos os afluentes do Rio São Bartolomeu, o GDF, em parceria com a Fundação Banco do Brasil (FBB), Fundação Pró-Natureza (Funatura) e com várias entidades ambientais, realizou o plantio de 10 mil mudas às margens do Ribeirão Sobradinho. A iniciativa contou com a presença de mais de 2 mil pessoas, durante dois dias de trabalho.

A iniciativa integra o projeto Rio São Bartolomeu Vivo, que prevê várias ações ambientais. “Esta é apenas a primeira de uma série de medidas que vamos tomar para a recuperação do nosso querido Ribeirão. Não podemos deixar morrer um dos maiores tesouros de nossa cidade”, destacou o administrador de Sobradinho, Márcio Guedes.

Mesmo com a forte chuva, a comunidade não desanimou. “Eu estou muito feliz em poder participar desse mutirão, pois assim estou contribuindo para salvar o Ribeirão”, contou a estudante Ana Lídia. O plantio é fruto de uma ação coletiva do GDF com a comunidade, ambientalistas, entidades e estudantes.

“A participação das escolas é fundamental para criarmos uma cultura de zelo com o meio ambiente” explica o coordenador de plantios da Funatura, Fernando Lima. Até março de 2014, serão plantadas 20 mil mudas às margens do Ribeirão – um dos principais afluentes do rio São Bartolomeu.

Entidades integrantes do Projeto Rio São Bartolomeu Vivo: Fundação Banco do Brasil, Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Fundação Pró-Natureza (Funatura), Instituto Federal de Brasília (IFB), Instituto Ipoema, Instituto Rede Terra, Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), Polícia Militar Ambiental do DF, Instituto Transformar, Adesbra – Chico Mendes e Governo do Distrito Federal.


Por Gizele Chaves


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: