Médicos cubanos pousam no Recife, a caminho de Brasília


Primeiro grupo de profissionais chegou ao Brasil neste sábado (24).
Junto com outros estrangeiros, eles passarão por treinamento de 3 semanas.

Do G1 PE

Grupo de 30 médicos cubanos desembarcou no Recife (Foto: Luna Markman / G1)

Os primeiros médicos cubanos que vão trabalhar no Brasil, através de acordo entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), dentro do programa Mais Médicos, já estão no país. No começo da tarde deste sábado (24), um grupo com 206 profissionais pousou no Recife, em escala do voo que segue para Brasília, onde deve chegar no começo da noite.

A aeronave aterrissou às 14h30 e, desse total, 30 médicos ficaram na capital pernambucana. Ainda dentro do avião, o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde doMinistério da Saúde, Mozart Sales, deu as boas-vindas aos profissionais, que estavam muito emocionados e chegaram até a chorar na despedida do grupo que ficou na cidade. Eles foram levados para um alojamento do Exército. Os 170 restantes seguiram no voo para a capital federal.

Médicos cubanos foram recebidos calorosamente no 

                           Recife (Foto: Luna Markman / G1)

No Aeroporto dos Guararapes, cerca de 20 pessoas, de idades e movimentos sociais distintos, aguardavam para dar as boas-vindas aos médicos. “Nas manifestações de junho, pedimos mais qualidade na saúde e a chegada dos cubanos é uma forma de melhorar esse quadro, mas sabemos que é preciso mais investimento em saúde e educação. Acho duro o posicionamento da classe médica brasileira, pois isso não vai tirar o trabalho deles, é apenas uma complementação, já que alguns médicos brasileiros não querem ir para lugares onde eles estão indo”, disse a presidente da União da Juventude Socialista em Pernambuco, Thiara Milhomem.

Os trinta médicos que desembarcaram no Recife chegaram ao saguão agitando bandeiras do Brasil e de Cuba e agradecendo a presença das pessoas que foram, espontaneamente, recebê-los.

“Módulo de avaliação”
Nas primeiras três semanas no Brasil, os cubanos participam do chamado “módulo de avaliação”, que inclui um treinamento sobre o sistema de saúde pública brasileiro e língua portuguesa. Também estão nessa preparação os estrangeiros e brasileiros formados no exterior que se inscreveram no programa

Está prevista para este domingo (25) a chegada de outro grupo de médicos, com 194 profissionais, que também fará escalas em Fortaleza (CE) e no Recife antes de levá-los para Salvador (BA).

De acordo com o Ministério da Saúde, esses profissionais serão encaminhados para 701 municípios que não foram selecionados por nenhum médico brasileiro ou estrangeiro, dentro do programa Mais Médicos. O atendimento à população nas unidades básicas de saúde está previsto para começar no dia 16 de setembro.

Apesar de o Conselho Regional de Medicina dePernambuco (Cremepe) ter afirmado que só emitirá registro para os estrangeiros que se submeterem às provas de revalidação do diploma, conforme regra nacional em vigor, o Ministério da Saúde assegura que esses médicos terão autorização especial para trabalhar por três anos exclusivamente nos serviços de atenção básica para que forem destacados.

O Ministério da Saúde informou ainda que esses médicos cubanos já participaram de outras missões internacionais. Todos são especializados em medicina da família e a maioria — 84% — tem mais de 16 anos de experiência em medicina.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: