Médico do HRT é detido ao negar atendimento a idosa em estado grave



Um médico do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) foi detido na manhã desta quinta-feira (20/9), após negar atendimento a uma mulher de 96 anos que foi levada ao hospital pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), depois de ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

De acordo com o delegado Moisés Martins, da 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga), o médico disse que não iria receber nem examinar a idosa e que ela deveria ir para o Hospital de Base, porque seu estado era muito grave.

O Samu fez o pedido de prisão do funcionário, alegando que o médico tinha omitido socorro e que, o profissional tinha obrigação de fazer um primeiro atendimento à mulher. O HRT determinou que a senhora fosse atendida por outro médico e o primeiro foi encaminhado a 12ª DP.

Na delegacia, o médico assinou um termo circunstanciado por omissão de socorro, que vai ser encaminhado ao Poder Judiciário. Se condenado, o funcionário pode pegar de seis meses a um ano de prisão ou ter uma pena alternativa, como prestação de serviço à comunidade ou doação de cesta básica.

A Secretaria de Saúde do DF informou que a corregedoria solicitará à 12º DP cópia e informações quanto ao Termo Circunstanciado para que a situação seja apurada. De acordo com a secretaria, caso fique revelado que houve infração disciplinar, será instaurado um processo disciplinar.

Leia mais notícias em Cidades – DF

De acordo com informações preliminares da 12ª DP, após um primeiro atendimento no HRT, a mulher precisou ser transferida ao Hospital de Base. O Correio aguarda uma resposta da Secretaria de Saúde, em relação ao estado de saúde da senhora.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: