Klose marca, alcança recorde e evita derrota da Alemanha para Gana


Em jogo disputado, seleção de Gana vira o jogo, mas cede o empate para os alemães

O empate em 2 a 2 entre Alemanha e Gana neste sábado reuniu vários elementos de um grande jogo no Castelão. Desafiando o favoritismo adversário, a seleção africana saiu atrás ao tomar gol de Gotze, mas conseguiu a virada com André Ayew e Gyan. O segundo tempo, porém, reservou a Miroslav Klose uma marca histórica. O atacante alemão saiu do banco de reservas e com apenas dois minutos em campo marcou seu 15º gol em Copas do Mundo, igualando Ronaldo Fenômeno como maior artilheiro da história do torneio.

Líder do grupo G com quatro pontos, a Alemanha volta a campo na quinta-feira para fechar a fase de grupos contra os EUA. A partida será disputada na Arena Pernambuco, às 13 horas (de Brasília). Caso vençam e mantenham a liderança da chave, os alemães encaram nas oitavas de final o segundo classificado do grupo H.

Em posição delicada na fase de grupos, a Gana não depende mais das próprias forças para estar nas oitavas de final. Para ainda ter chances de avançar, a seleção africana precisa que Portugal vença os EUA, neste domingo. Mas a torcida pelos patrícios termina na quinta-feira, quando os Black Starsencaram Cristiano Ronaldo e cia. na última rodada do grupo.

O jogo – A postura das equipes nos minutos iniciais apresentou logo cedo ao torcedor o que seria o ritmo da partida. Egoísta ao reter a bola, a Alemanha trabalhava com paciência no campo ofensivo ao procurar espaços na fechada seleção ganesa. Com estratégia oposta, os Black Starslevaram perigo em contragolpe aos sete minutos, quando Atsu foi acionado por Muntari na ponta direita e cruzou bem para Gyan bater prensado.

O time africano voltou a assustar quatro minutos depois, quando Atsu encontrou espaço na entrada da área e encheu o pé para obrigar Neuer a fazer boa defesa. A resposta alemã veio pouco depois, em chute de Khedira que morreu nas mãos do goleiro Dauda. Até então equilibrada, a partida passou a ser dominada pelos alemães na segunda metade da etapa inicial. A superioridade foi fruto da variação de jogo após os passes curtos não darem resultado.

A descida de Özil em rápido ataque pela direita só não rendeu o primeiro gol à Alemanha porque Boye impediu o chute de Thomas Müller no último instante. Pouco depois, Kroos arriscou chute longo e viu a bola passar perto do travessão. Götze também escapou pela direita, aproveitando descuido de Asamoah na marcação, mas o cruzamento foi providencialmente cortado por Boye.

Mas se a Alemanha apostava na insistência do volume de jogo, Gana se contentava a chegar pouco, mas em chances muito mais agudas. Aos 32 minutos, em sobra de bola na entrada da área, Muntari bateu muito forte e Neuer defendeu no reflexo. Götze devolveu na mesma moeda na melhor chance alemã na partida, ao receber de Özil na direita e chutar de fora da área para Dauda defender.

Depois de insistir de todos os jeitos no primeiro tempo, a Alemanha saiu na frente no placar na bola aérea, aos cinco minutos. Em escapada pela direita, Müller viu Götze bem colocado dentro da área e cruzou na medida para o companheiro marcar de joelho. Mas a festa germânica durou pouco nas arquibancadas do Castelão.

Três minutos após, Afful cruzou com veneno da direita, a zaga alemã deixou André Ayew subir com liberdade e o camisa 10 não perdoou. O desvio de cabeça morreu no canto direito de Neuer e igualou o marcador para Gana. A desatenção do setor defensivo da seleção europeia seria a tônica dos minutos seguintes.

Aos 18 minutos, Lahm errou passe na saída de bola e Muntari aproveitou para encontrar Gyan às costas da defesa. O atacante saiu de frente para o gol e fuzilou para dar a vantagem aos ganeses. Em nova jogada rápida do ataque do time africano, Jordan Ayew escapou pela esquerda e apareceu sozinho na área para chutar cruzado e obrigar Neuer a fazer boa defesa.

Em desvantagem, a Alemanha se viu forçada a se jogar ao ataque. As substituições de Joachim Löw exemplificaram a agressividade que seus comandados passaram a ter em campo. E um dos suplentes aproveitou falha da defesa ganesa em escanteio para fazer história. Após bola levantada na área, Howedes desviou e Miroslav Klose entrou de carrinho para marcar seu 15º gol em Copas do Mundo e igualar Ronaldo Fenômeno como maior artilheiro do torneio.

O empate deixou a partida ainda mais aberta. Müller por pouco não alcançou passe em profundidade para virar pouco depois, enquanto Gyan levou muito perigo ao arriscar chute longo. Klose ainda teve ótima chance para se isolar na artilharia dos Mundiais aos 44 minutos, mas errou o alvo por pouco.

Fonte: Gazeta Esportiva

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: