Justiça do Maranhão manda soltar “prefeita ostentação”

São Paulo – A Justiça Federal do Maranhão revogou nesta sexta-feira a prisão preventiva de Lidiane Leite da Silva, prefeita afastada de Bom Jardim (MA), suspeita de desviar cerca de 15 milhões de reais de verbas da Educação do município. AAfhUbn

Lidiane deve usar uma tornezeleira eletrônica e comparecer uma vez por mês em juízo.

Após ficar 39 dias foragida, a  “prefeita ostentação”, como a jovem de 25 anos ficou conhecida por exibir artigos de luxo nas redes sociais, se entregou à polícia no final do mês passado.

Desde então, ela ficou presa em um alojamento do quartel do Corpo de Bombeiros de São Luís (MA) – a “cela” tinha até ar condicionado. O Ministério Público Federal entrou com uma ação para que a ex-prefeita fosse transferida para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão.

A acusação

A denúncia feita pelo Ministério Público contra a prefeita alega fraudes em licitações para compra de materiais de construção, mobiliário e merenda para escolas no ano passado.  Em outubro, Lidiane reduziu os salários do professores da rede municipal de ensino.

Entre as pessoas com 15 anos ou mais que vivem em Bom Jardim, cerca de 32% não sabem ler ou escrever. A média no Brasil é 8,3%. No grupo de pessoas com mais de 60 anos, quase 70% é analfabeta.

A ostentação

Sem qualquer vínculo com a política até 2012, Lidiane se candidatou para comandar a prefeitura da cidade depois que o então namorado Humberto Dantas dos Santos – conhecido como Beto Rocha –  teve a sua candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa na chapa do PRB.

Aos 22 anos, ela foi eleita com a promessa de que serviria ao parceiro na prefeitura, a quem designou como secretário de Assuntos Políticos.

Desde então, Lidiane foi afastada três vezes do cargo suspeita de envolvimento em casos de corrupção. Há relatos de que ela comandava Bom Jardim por meio de um grupo no WhatsApp enquanto morava a 277 quilômetros de distância na capital, São Luís.

No início do ano, ela rompeu o relacionamento com Rocha, que pediu demissão do cargo. Ele é acusado de liderar o esquema de desvios de recursos da Educação do município. No último dia 25, ele teve a prisão preventiva revogada.

* Texto atualizado às 14h50 para corrigir a data. 

http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/justi%C3%A7a-do-maranh%C3%A3o-manda-soltar-%E2%80%9Cprefeita-ostenta%C3%A7%C3%A3o%E2%80%9D/ar-AAfhChc?li=AAaB4xI&ocid=mailsignoutmd

About Germano Guedes

Olá Pessoal, Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”. Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas. Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade. Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural. Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire. Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações. No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade. Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.
%d blogueiros gostam disto: