João Lucas e Marcelo voltam ao ranking do Ecad com “Louquinha”

João Lucas e Marcelo voltam ao ranking do Ecad com “Louquinha”Dupla é responsável por emplacar o hit ‘Eu quero tchu, eu quero tchá’

Estado de Minas

   Depois da febre Eu quero tchu, eu quero tchá, a dupla João Lucas e Marcelo juntou sertanejo com funk para estourar nas pistas com Louquinha, a canção mais tocada nas baladas em 2013, de acordo com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

“Um dia antes da gravação de nosso DVD A vida é uma festa, ouvimos essa música, que já era sucesso no Rio de Janeiro com o MC K9. Conversamos com o produtor e compositor Dennis DJ e fechamos parceria, convidando o K9 para participação especial”, conta João Lucas.

“Fomos totalmente surpreendidos por esse sucesso, como também ocorreu com Eu quero tchu…, a nossa música de 2012”, lembra o cantor. A dupla até pensou em investir nas faixas românticas do DVD, mas Louquinha mudou essa estratégia. “Ela cresceu porque o brasileiro gosta da melodia sertaneja”, diz João Lucas, atento às novidades que surgem em outros ritmos.

“Já fazemos algo que tem mistura natural com o funk. Além disso, o gênero ostentação cresceu muito, e a juventude adora. Não tem como não ouvir”, afirma o cantor. MC K9 acredita que João Lucas e Marcelo lançaram o primeiro DVD em que o chamado funknejo realmente estourou.

Quando escolheu gravar Louquinha, MC K9 não esperava que ela fosse fazer tanto sucesso. “Comecei a divulgá-la, mas, sempre que meu empresário ligava, dizia a ele que não estava dando certo”, conta. O desânimo foi tanto que o MC a eliminou do repertório de suas apresentações.

“Quando cheguei a Brasília para um show, fui surpreendido pelo dono do evento. Assim que desci do palco, ele me pediu para voltar e cantar, pois todos estavam esperando por Louquinha”, lembra o MC. A explicação está na internet: “Os fãs gravam minhas músicas e as colocam nas redes sociais. Foi assim que a faixa acabou chegando a outras regiões”.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: