IRRESPONSABILIDADE Estudante de Direito da UniSantos sofre queimaduras ao participar de trote


REPRODUÇÃO/ ARQUIVO PESSOAL/ SOFIA BORGES

A jovem de 18 anos, Sofia Borges de Oliveira, participava do tradicional trote de faculdade quando um veterano do curso passou tinta na bochecha dela, o que resultou em uma queimadura.

Segundo a estudante, o trote acontecia normalmente até que um dos alunos mais velhos a sujou com tinta. “Estavam jogando ovo e farinha nos calouros. Aí passaram uma tinta no meu rosto e eu falei que estava ardendo muito, mas um dos veteranos disse que era tinta guache e não teria problema”, disse.

Sofia contou que a dor foi diminuindo então resolveu não falar mais sobre o assunto com os responsáveis pela brincadeira, portanto quando chegou em casa percebeu que havia se queimado e buscou atendimento médico. O laudo confirmou a queimadura e foi indicado um tratamento acompanhado para que as marcas de queimadura não sejam permanentes.

De acordo com a estudante, o ato não foi intencionado, mas ela acredita que houve negligência em relação ao uso de tais produtos. “O dia foi ótimo. Uma pena que tenha acabado dessa maneira”, acrescentou.

Por meio de nota, a Universidade Católica de Santos informou que não permite a realização dos trotes em suas dependências e afirmou que as providências serão tomadas após apuração dos fatos com a aluna e sua responsável.
Da Redação do Alô

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: