Invasores resistem a ordem judicial de desocupação

Josemar Gonçalves

Josemar Gonçalves

Millena Lopes

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invadiram um terreno no Projeto Integrado de Colonização (PIC) Alexandre de Gusmão, que pertence a uma empresa há mais de 40 anos, e resistem até à ordem judicial de desocupação. No terreno desde segunda-feira, eles já incendiaram a área e começaram a roçagem para a construção do acampamento.

Um oficial de justiça foi ao local, na manhã deste sábado (2), levar a decisão liminar e negociar a saída amigável do grupo. Mas sem sucesso. Eles alegam que a área não pertence à empresa.

“Não temos só a posse como também a propriedade. Temos escritura definitiva”, argumenta Osvaldo Mendes, um dos sócios. “Temos gado lá, pomares, criamos aves. Há empregados no terreno”, argumenta.

O grupo, conforme o empresário, derrubou a cerca e se apropriou da área, que fica às margens da DF-180, armado com pedras e paus. “São agressivos e ameaçadores. Estamos com medo de terem também arma de fogo”, observou.

Para conter o incêndio, o empresário conta que foi preciso chamar o Corpo de Bombeiros. “Estamos numa situação ridícula. Ninguém quer ser ruralista, porque é perigoso. É como se estivéssemos em estado de guerra”, desabafou Mendes.

Procurado, o MTST não retornou as ligações da reportagem até a publicação do texto.

Josemar Gonçalves
Josemar Gonçalves

Confiara a Fonte : http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/invasores-resistem-a-ordem-judicial-de-desocupacao/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: