Inscrições para o Enem 2013 começam nesta segunda


Taxa de inscrição é de 35 reais. Prova está marcada para 26 e 27 de outubro. Confira regras do exame e mudanças na correção da redação

























Recuar
Avançar

Estudantes antes do início da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) na Escola Estadual Central, em Belo Horizonte – Douglas Magno/O Tempo

Começa nesta segunda-feira, às 10 horas, o período de inscrições para a edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados em participar da avaliação federal – que será realizada nos dias 26 e 27 de outubro – têm até as 23h59 (horário de Brasília) do próximo dia 27 para se inscrever via internet, na página de inscrição do Enem.

Leia também:
MEC endurece regras de correção do Enem
Enem: mudança é positiva, mas não basta, diz especialista

A taxa cobrada para o candidato se inscrever na prova é de 35 reais e deve ser paga pelos até 29 de maio. São isentos do pagamento estudantes que vão concluir o ensino médio em 2013 em escolas da rede pública, bem como aqueles que comprovarem baixa renda.

Candidatos que necessitem de atendimento diferenciado durante a prova, em razão de deficiência física ou mental, devem mencionar o fato no ato de inscrição. O Ministério da Educação (MEC) disponibiliza, caso necessário, tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e provas com letras ampliadas.

Estudantes internados, e que tenham aulas dentro do hospital, também poderão participar da prova. Já aqueles que, na data do exame, estiverem hospitalizados para a realização de parto ou tratamento esporádico não terão o mesmo direito.

A previsão do MEC é que cerca de 6,1 milhões de estudantes participem a avaliação – quase 2 milhões a mais do que em 2012, quando foram registrados 4,2 milhões de participantes.

Provas – No sábado, dia 26 de outubro, os candidatos terão 4h30 para responder a 90 questões de múltipla escolha das áreas de ciências humanas e ciências da natureza. No domingo, 27, será a vez da redação e e das provas de linguagem e matemática, também totalizando 90 questões. O tempo máximo de permanência na sala será de 5h30.

O edital do exame é bastante rígido e proíbe o candidato, por exemplo, de levar lápis e borracha para o local de prova; canetas só podem ser pretas e de material transparente. Para evitar contratempos, confira na lista a seguir oito regras do Enem:

Documento original e com foto: OBRIGATÓRIO

Nos dias de prova, os candidatos não podem se esquecer de levar um documento original com foto: ele será apresentado ao fiscal do exame para identificação. Cópias não são aceitas, mesmo as autenticadas em cartório. O estudante pode apresentar a cédula de identidade (RG), carteira de trabalho, certificado de reservista, passaporte ou carteira de habilitação, desde que esta não esteja vencida. Fique atento: não valem certidão de nascimento ou casamento, crachá de empresa, carteira de estudante, CPF ou título de eleitor. Em caso de perda ou roubo do documento de identificação, o participante deve apresentar um boletim de ocorrência registrado, no máximo, 90 dias antes da data da prova.

Mudanças – Para este ano, o MEC determinou mudanças importantes na correção da redação. O objetivo da pasta é evitar que candidatos utilizem suas provas para fazer gracinhas e debochar da banca corretora, a exemplos dos estudantes que na última edição escreveram receita de macarrão instantâneo e hino de clube de futebol e conseguiram 560 e 500 pontos, respectivamente. Confira as mudanças na correção:

Nota zero para deboches, como o da receita de macarrão

No Enem 2013, o candidato que escrever em suas redação um trecho ou parágrafo deliberadamente desconectado do tema proposto receberá zero. O Ministério da Educação (MEC) pretende, com a norma, evitar deboches como os ocorridos na última avaliação, em que participantes colocaram receita de miojo e hino de futebol em suas dissertações e ainda assim conseguiram 560 e 500 pontos, respectivamente, de um total de 1.000. Além de “gracinhas”, as outras razões que implicam na anulação da redação são: fuga completa do tema proposto, desrespeito aos direitos humanos, entrega da folha em branco, com desenhos, impropérios ou menos de sete linhas de texto.


Fonte: Veja 

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: