Hildete Quer Arruda de Volta. Duda odeia o Arruda por ter tentado desapropriar da sua Chácara

 


Adoaldo Dias compartilhou um link via Hildete Moura DE Souza.

É D. Hildete, infelizmente a desgraça do no país é justamente sermos obrigados a votar ou não termos opção nenhuma.
Tudo bem que o Arruda, dos governos que passaram pela a Administração de Brasília, ele foi o único que valorizou a nossa Cidade Estrutural, simplesmente com a construção dos colégios e outros órgãos oficiais como: Cartório Eleitoral, Centro de Saúde e outras demais instituições públicas que beneficiam à comunidade como um todo.
É uma pena, que apesar de todo este empenho para com nossa comunidade, também não podemos que o mesmo Arruda, das faraônicas e intermináveis foi o mesmo que atropelou os projetos de urbanização e de toda infraestrutura que beneficiara a cidade, conforme o contrato do Bano Mundial, BiRDI e Brasília Sustentável.
Foi o Arruda juntamente com a equipe do governo dele, que o maior estardalhaço com a mesma comunidade, que o abraçou e o fez governo para governar e não roubar a consciência e a confiança de quem tanto acreditou nas promessas de campanha da época.
Foi o Arruda, juntamente com a equipe dele, que fez a Quadra 12 inteira ser removida, para dar lugar a quem sabia o que era Estrutural e nem tão pouco nunca sofreu na Estrutural, para de repente estar morando, como o caso, não só da 12, mas também, os Setores de Chácaras do Pioneiros, Cabeceira do Valo e principalmente o Setor Santa Luzia, que foi o mais atingido na questão remoção.
Foi no governo que, para construir o Anel Viário da cidade Estrutural-DF, que a equipe da Coordenação das Cidades, a qual coordenada pelo Então Senhor Geovane Ribeiro juntamente com a Senhora Eliana Pedrosa, na qualidade de Secretária de Estado da Assistência Social, que praticaram um verdadeiro ataque terrorista à comunidade, dizendo ser em benefício da mesma.
Foi um verdadeiro ato terrorista, que esta gente tão almejada que volte para governar Brasília praticou contra a comunidade, que só quem passou ou vivenciou que sabe de verdade o que sofreu.
Para a construção da Anel Viário foi necessário a demolição de 31 casas e isso se deu com a famílias dentro das residências e como não bastasse foram pegas de surpresa logo de manhã cedo, para que não houvesse reação nenhuma, por parte dos proprietários.
Estas 31 uma famílias citadas ficaram confinadas em uma área, tipo um alojamento de empreiteira, onde os barracos erem todos juntos e que o banheiro era coletivo. Ou seja, homens mulheres e crianças tomavam banho todos num mesmo lugar. Esta crueldade imposta à quelas pessoas, só quem estava lá poderia acreditar.
A mesma coisa ou pior aconteceu no Setor de Chácaras os Pioneiros, lugar de onde os chacareiros foram removido, porque o governo da época, no caso o Arruda, Francisco Palhares Diretor Regional do IBAMA e o Senhor Vilma, o qual também era o Secretário de Estado da Agricultura, do governo do terrorismo.
A alegação para a remoção daquelas famílias pelo Arruda, para o Recanto das Emas, por ser a área de Risco e de Preservação Ambiental. Como de fato: a área era tanto de Risco e de Preservação Ambiental, que o governo e a equipe de se esqueceram que a á rea era de Risco e de Preservação Ambiental e construíram as famosas “Casinhas de Pombo” como são chamadas pela população.
Conclusão da história: as “Casinhas de Pombo” ficaram mais de ano com a construção inacabada e só foram entregues, porque as pessoas começaram a invadi-las e até hoje está todas deterioradas, em decorrência do vandalismo depois do abandono pela construtora contratada para a execução das obras.
O resultado disso tudo são pessoas que nunca moraram e nunca sofreram na Estrutural e
que de galhatos pegaram o bonde andando e estão de boa, morando sem o menor sacrifício de morte que enfrentamos, para estarmos vivos testemunhado os bons e maus momento que a vida nos permite, porque Deus é maior e independentemente de Arruda vir ou não, o importante é estarmos prontos, para o que der e vier.
Todo este relato é fruto de apenas um ano, de um governo, que na sua condição de pessoa prepotente e arrogante, não se limitou da falta de ética contra a sociedade do Brasil inteiro e principalmente para a maior vergonha do DF. Tal qual, errou uma, duas, três e na quarta vez teve a oportunidade de ser o governador de Brasília e ser chefe da maior quadrilha do Mensalão do DEM, depois do Mensalão do Lula.
Um homem, que além de ser perdoado pela sociedade tantas vezes e ainda ter a chance de ser o governador da Capital da República Federativa do Brasil e fazer o que fez com quem lhe creditou tanta confiança e não dar valor, jamais merece voltar a governar. Final, paciência tem limite e falta de vergonha também. Cabe a nós impormos, este respeito e praticarmos o ato da vergonha de não querermos uma Herança Maldita outra vez, para nos envergonharmos novamente. De Herança Maldita estamos cheios. Chega o que já temos de Herança Maldita fazendo composição ao nosso governo atual!


Fonte: Facebook do Adoaldos Dias (Duda)

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: