Grêmio bate Goiás e ‘carimba’ Libertadores Grêmio bate Goiás e ‘carimba’ Libertadores


Grêmio bate Goiás e ‘carimba’ Libertadores

Barcos decide, Grêmio vence Goiás e garante vaga para a Libertadores 2014
O Grêmio é mais um clube brasileiro garantido na Copa Libertadores de 2014…

O Grêmio é mais um clube brasileiro garantido na Copa Libertadores de 2014. Na noite deste domingo, o clube comandado por Renato Gaúcho derrotou o Goiás pelo placar de 1 a 0, na Arena do Grêmio, e assegurou a presença na competição sul-americana. O grande herói da partida acabou sendo o atacante Barcos, autor do gol responsável por carimbar o passaporte do clube para o torneio mais importante do continente.

A partida foi tecnicamente sofrível. Com mais atitude, o Grêmio pressionou o Goiás nos minutos iniciais e chegou ao seu gol aos 16 minutos, em jogada de Ramiro completada por Barcos. No segundo tempo, sem Walter, lesionado, o time goiano não conseguiu pressionar o rival tricolor, e o jogo se arrastou, entre erros de passe e jogadas bisonhas, ao placar final de 1 a 0.

Além de confirmar sua vaga, o Grêmio ficou também muito próximo do vice-campeonato nacional, que lhe dará um lugar direto para a fase de grupos da Libertadores. Para isso, bastar empatar com a Portuguesa, no Canindé, na última rodada. Mesmo que perca, o time gaúcho ainda poderá ser 2º, se o Atlético-PR não vencer o Vasco.

O Goiás, com 59 pontos, é o 4º colocado, dois pontos atrás do Atlético-PR. A equipe esmeraldina recebe o Santos na última rodada, e terá de vencer e torcer por derrota do Atlético-PR para ficar em 3º. Se acabar na 4ª posição, terá de secar a Ponte na final da Sul-Americana.

O jogo

Com a derrota do Botafogo para o Coritiba, o Grêmio entrou em campo sabendo que uma vitória seria o suficiente para lhe classificar à Libertadores. A equipe de Renato Gaúcho partiu para cima no começo: em oito minutos, já haviam sido quatro arremates. A melhor chance ocorreu aos sete, quando Barcos recebeu lançamento, se desmarcou de Amaral com um belo domínio no peito e entrou na cara do gol, mas Renan saiu bem e fez um milagre quando o centroavante gremista tentou encobri-lo.

Melhor em campo, o time gaúcho abriu o placar aos 16 minutos: Pará puxou contra-ataque e deu a Ramiro, que passou pela marcação, ingressou na área e chutou cruzado. A bola ia saindo, mas Barcos chegou no segundo pau para encostar para a rede. O Goiás reagiu: aos 19, Walter tentou de calcanhar após cobrança de escanteio e encobriu Dida, mas a bola subiu demais e saiu.

Com a vantagem, o Grêmio diminuiu o ritmo. Sem imaginação, o Goiás não conseguia agredir o time gaúcho, o que tornou o jogo sonolento até o intervalo. A chegada mais perigosa ocorreu aos 35 minutos, quando o lateral goiano Vítor fez cruzamento rasteiro venenoso para a área gremista, mas Rhodolfo salvou antes que alguém chegasse para concluir.

Lesionado, com uma torção no pé após dividida com Vargas, o artilheiro Walter deixou o Goiás no intervalo para a entrada de Léo Bonatini. A primeira chance do segundo tempo, ainda assim, foi esmeraldina: Eduardo Sasha recebeu, girou bem e mandou de canhota por cima. O time goiano, apesar desta chance logo aos dois minutos, seguiu apático. O Grêmio quase ampliou o placar aos 12, quando Vargas cruzou na cabeça de Barcos, que tocou por cima do gol.

Com a chuva cada vez mais forte, os times se sucediam em erros de passe, tornando o jogo muito ruim tecnicamente. Tanto que chance, mesmo, só aos 37: após erro na saída de bola do Grêmio, Roni entrou pela direita e chutou para boa defesa de Dida. O Tricolor chegou relativamente perto aos 44: Elano lançou Vargas na área, mas o chileno perdeu o tempo da bola e tocou fraco, facilitando o trabalho da defesa.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 1 x 0 GOIÁS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 1º de dezembro de 2013, domingo

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)

Público: 34.381 (23.910 pagantes)

Renda: R$ 948.467,00

Cartões amarelos: Souza, Vargas e Elano (Grêmio); Walter e Eduardo Sasha (Goiás)

Gol: GRÊMIO: Barcos, aos 16 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro, Zé Roberto (Adriano) e Vargas; Kleber (Maxi Rodríguez) e Barcos (Elano)

Técnico: Renato Gaúcho

GOIÁS: Renan; Vítor, Valmir Lucas, Ernando e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Eduardo Sasha (Ramon), Renan Oliveira (Roni) e Hugo; Walter (Léo Bonatini)

Técnico: Enderson Moreira


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: