Funcionários rejeitam proposta da CEB e continuam em paralisação por ajuste

Funcionários rejeitam proposta da CEB e continuam em paralisação por ajusteA CEB diz que das 60 equipes, apenas 15 estão trabalhando e, por isso, 1.802 serviços estão atrasados

                            Paralisação já dura nove dias

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (12/11), os funcionários da CEB rejeitaram a proposta companhia. Os empregados pedem por equiparação salarial com os servidores da Eletrobras. O piso salarial da CEB é de R$ 1,4 mil enquanto no mercado trabalhadores recebem R$ 2 mil. A CEB afirmou que irá entrar na Justiça por abusividade de greve. A empresa relata que das 60 equipes, apenas 15 estão trabalhando e por isso 1.802 servições estão atrasados.

Além disso, os 1.016 funcionários que aderiram à paralisação monstraram indignação com a retirada do plano de saúde que seria de direito dos trabalhadores e com a redução da proposta de abono salarial. Em 2012, o abono era de R$ 5 mil. Neste ano, proposta feita pela empresa foi R$ 2 mil.

Outra assembleia será realizada nesta quinta-feira (14/11) pela manhã. A jornalista do sindicado, Roberta Quintino, ressalta que não há previsão para o término da paralisação, que já dura nove dias, e que os funcionários aguardam por uma outra proposta da companhia.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: