FOGO NO LIXO

RUA GURUPI SETOR CASEGO EM URUAÇU – LIXO E ENTULHOS SÃO DEIXADOS NO LOCAL PELA POPULAÇÃO

Em pleno centro da Vila União/Setor Casego, o Jornal Diário Popular flagrou na Rua Gurupi que corta o córrego Machombombo sentido Vila Dourada, nesta manhã de quinta-feira, 20/03, às 08h43min, uma cena inusitada. O fogo consumindo todo lixo espalhado nas margens da rua praticamente abandonada pelo poder público uruaçuense.

Tanto o lado direito quanto o lado esquerdo da pista estão literalmente abarrotados de entulhos e lixo próximo ao córrego que pede socorro.

O meio ambiente simplesmente foi esquecido naquela região que sofre com frequência atos de natureza delituosa praticada por pessoas que não têm consciência e nem responsabilidade, colocam fogo naquele local e em outros que tenham lixo ou entulho.

É crime ambiental esse tipo de ação que vem consideravelmente ocorrendo em várias partes da cidade de Uruaçu e o poder público é inerte, sem nenhuma providência.

A Rua Gurupi está tomada por entulhos e lixos de toda natureza. Além do matagal que toma conta praticamente de toda via, a sujeira invade o local por onde todos os dias passam centenas de pessoas.

Já deve fazer um bom tempo que as máquinas da prefeitura de Uruaçu não passam por lá. Sem fiscalização, a população vai colocando lixo, entulhos, móveis abandonados, eletrodomésticos e outros naquele local que vai surgindo um verdadeiro lixão no centro da cidade.

Além de provocar danos irreparáveis ao meio ambiente, a fumaça, oriunda da queimada provoca doenças respiratórias nas pessoas daquela região principalmente crianças e idosos.

Bem na entrada do córrego que corta a cidade de Uruaçu que deveria receber tratamento especial no que se tange a sua preservação, vê-se, entulho e lixo às margens do rio provocando assoreamento que futuramente poderá provocar imensa cratera comprometendo inclusive propriedades nas proximidades do local, além é claro da própria sobrevivência do Machombombo.

O que é assoreamento

”Um dos principais problemas que afetam os rios, principalmente os que passam por grandes cidades, é o assoreamento. Neste processo ocorre o acúmulo de lixo, entulho e outros detritos no fundo dos rios. Com isso, o rio passa a suportar cada vez menos água, provocando enchentes em épocas de grande quantidade de chuvas”

Medidas para evitar

Nestes casos, é importante uma intervenção do homem para evitar catástrofes. A primeira medida é a conscientização da população para que o lixo não seja jogado nos rios. Outra medida é a ação dos governos com projetos de manutenção dos rios, através do processo de desassoreamento dos rios. Este consiste em retirar do fundo dos rios, com o uso de máquinas, todo tipo de lixo e detritos depositados. Desta forma, consegue-se aumentar a vazão do rio.

Ação da natureza

Além da ação do homem, citada acima, o assoreamento dos rios é provocado também de forma natural, pois com o passar do tempo, vai ocorrendo o acúmulo de terra ou areia no fundo dos rios. Em Uruaçu não tem se percebido nenhuma ação por parte do poder público sentido de preservar o rio Machombombo. É uma pena

Colocar fogo em lixo é crime ambiental

Colocar fogo em lixo e em terreno baldio é crime. As pessoas que forem pegas fazendo isso podem receber multas que variam de R$ 21,50 a R$ 107,50, segundo o Código Ambiental baseado o valor no código de postura de cada município. Mesmo assim, com punição prevista em lei, a prática é comum. Nesta época do ano, ainda não chegou o tempo seco, as queimadas são frequentes, ameaçando o meio ambiente e a vida dos moradores.

Já faz parte da cultura do povo uruaçuense colocar fogo em lixo e em entulhos. O que, na hora, pode parecer uma solução, depois, se apresenta como problema. Constantemente o Corpo de Bombeiros é acionado para conter chamas que fogem ao controle e ameaçam avançar na direção de casas. Os órgãos de segurança alertam contra essa prática, principalmente em terrenos baldios tomados por mato.

“Isso é uma prática comum, de as pessoas verem o terreno baldio e jogarem grande quantidade de lixo. E, vez ou outra, eles colocam fogo e perde controle, oferecendo risco para residências próximas, como foi o caso aqui”, na Rua Gurupi setor Casego.

As autoridades do corpo de bombeiros de Uruaçu e Ministério Público orientam a população para uma mudança de hábito. “A gente orienta que as pessoas peguem seus lixos e coloquem em local adequado de coleta e evite jogar em terrenos baldios”, alerta o corpo de bombeiros. No caso de entulhos, a Secretaria Municipal de Obras de Uruaçu diz ser de responsabilidade do proprietário da obra que provocou o entulho e o mesmo deve retirá-los.

“Enquanto o Ministério Público não meter uns dois na cadeia, eles não param de colocar fogo no lixo, diz um morador do setor CASEGO”.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: