Flamengo joga mal e apenas empata com frágil Bolívar no Maracanã


Flamengo joga mal e apenas empata com frágil Bolívar no Maracanã

A partida teve dois tempos distintos. No primeiro, o Flamengo errou muito e pouco foi efetivo no ataque. Já o Bolívar permaneceu na retranca, mas assustou Felipe em chutes de longa distância

O Flamengo não repetiu as boas atuações no Maracanã e acabou empatando por 2 a 2 com o Bolívar-BOL, nesta quarta-feira, pela Libertadores. Com o resultado, os rubro-negros perderam a chance de assumir a liderança do grupo 7, mas estão em segundo lugar, com quatro pontos, a frente do León-MEX nos critérios de desempate. Os bolivianos seguem na lanterna, agora com dois pontos.

A partida teve dois tempos distintos. No primeiro, o Flamengo errou muito e pouco foi efetivo no ataque. Já o Bolívar permaneceu na retranca, mas assustou Felipe em chutes de longa distância. Já na etapa final, o duelo foi muito movimentado. Os visitantes abriram o placar com Capdevilla, mas viram os rubro-negros virarem com dois gols de Everton. Os bolivianos correram atrás do prejuízo e deixaram tudo igual com Pedriel para dar números finais no Maracanã.

Na próxima rodada, Flamengo e Bolívar voltam a se enfrentam, na quarta-feira, desta vez na altitude de La Paz, na Bolívia.

O jogo – O Flamengo iniciou a partida pressionando o Bolívar. No entanto, os rubro-negros tinham dificuldade em transpor a retranca boliviana. Os visitantes acabaram tendo a primeira boa chance de abrir o placar, aos 15 minutos. Arce arriscou de fora da área e assustou o goleiro Felipe. Os cariocas só responderam nove minutos depois, com Hernane, mas o Brocador finalizou fraco, em cima de Quiñonez.

Depois disso, os donos da casa chegaram com certo perigo aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio, Hernane cabeceou cruzado, mas para fora. O lance foi o último durante boa parte do primeiro tempo, pois o Flamengo errava muito no setor ofensivo e pouco incomodava Quiñonez. O Bolívar conseguia segurar os rubro-negros e assustou novamente Felipe aos 35. Moya arriscou de longe e obrigou o goleiro a fazer boa defesa.

O susto acordou o Flamengo, que voltou a criar boa chance aos 38 minutos. Gabriel recebeu na área, pela direita, e chutou cruzado. A bola passou perto da trave boliviana. Nos minutos finais, os rubro-negros viram o Bolívar chegar algumas vezes em contra-ataques e tiveram que ir para o intervalo com a igualdade no marcador no Maracanã.

Na etapa final, o Flamengo voltou buscando mudar o panorama da partida e quase abriu o placar aos três minutos, com Paulinho. O atacante chutou colocado e quase acertou o ângulo de Quiñonez. No entanto, a resposta do Bolívar veio em grande estilo, quatro minutos depois. Arce roubou bola de Wallace e tocou para Capdevilla finalizar sem chance para Felipe.

Quando parecia que os rubro-negros iriam sofrer, o Flamengo conseguiu chegar ao empate dois minutos após o revés. Everton aproveitou recuperação de bola dos cariocas e chutou cruzado, longe do alcance de Quiñonez.

Com mais calma, os donos da casa melhoraram em campo, mas ainda viam o Bolívar assustar nos contra-ataques. Sò que desta vez, o Flamengo chegou a virada, aos 22 minutos. Paulinho fez boa jogada individual pela direita e cruzou para Everton finalizar para a rede.

A torcida rubro-negra teve pouco tempo para comemorar, pois aos 27 minutos, o Bolívar chegou ao empate. Após bola levantada na área, João Paulo deu bobeira e não viu Pedriel vir por trás, dominar a bola e finalizar na saída de Felipe.

O Flamengo sentiu o revés e, mesmo pressionado o Bolívar, pouco criou chances para conquistar a vitória. Os bolivianos permaneceram com a retranca nos minutos finais e conseguiram sair de campo com o empate do Maracanã.

Fonte: Gazeta Esportiva

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: