Fifa é acusada de esconder mascote da Copa. Veja o motivo


-Fifa é acusada de esconder mascote da Copa. Veja o motivo
A entidade não teria feito propostas de doações significativas em prol da preservação do tatu-bola e, por isso, estaria escondendo o mascote Fuleco nos jogos

RedaçãoAdministradores.com, 17 de junho de 2014
Reprodução/Fifa

   Em 2012, Jérôme Valcke anunciou o tatu-bola como mascote da Copa. Batizado como Fuleco, o animal deveria receber doações da Fifa para evitar sua extinção. Entretanto, um ano e meio depois da decisão, a entidade futebolística não destinou dinheiro para a preservação do bicho. De acordo com o líder da Associação Caatinga, Rodrigo Castro, a organização fez uma “uma proposta indecorosa” de última hora, oferecendo US$ 300 mil a serem distribuídos em 10 anos. “Eles ofereceram um trocado, um dinheiro que sobrou do programa de neutralização de emissão de carbono deles. Fizemos uma contraproposta e esperamos uma resposta até o apito final da Copa”, afirma Castro.

Segundo a ONG, o valor não teria impacto no programa de preservação de matas de caatinga e no estudo das espécies do sertão nordestino, já que não se sabe a população total desse tatu e a distribuição dela. De acordo com uma matéria do UOL, por não ter realizado a doação, a Fifa estaria escondendo o Fuleco nos jogos da Copa, inclusive durante a abertura do espetáculo.

“Daqui a 40 anos, as pessoas vão lembrar dos jogos e do campeão da Copa, talvez até lembrem do mascote Fuleco. Mas nessa época o tatu-bola pode estar extinto e as pessoas nem lembrarem dele”, declarou Castro.

A Fifa negou que esteja escondendo o mascote e afirmou que ele foi exibido em todos os estádios e durante a abertura.

http://www.administradores.com.br/mobile/noticias/cotidiano/fifa-e-acusada-de-esconder-mascote-da-copa-veja-o-motivo/89243/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: