Ex-policial João Dias é preso por alugar andaimes e não devolver o material

Ex-policial João Dias é preso por alugar andaimes e não devolver o materialEle vai responder pelo crime de receptação, com pena que varia de três a oito anos

Depois de pelo menos duas prisões, em 2011, João Dias é detido novamente


O ex-policial militar João Dias, autor das denúncias que levaram Orlando Silva a deixar o Ministério do Esporte, em 2011, foi preso mais uma vez nesta terça-feira (26/11), em Sobradinho. Ele é suspeito de alugar andaimes e outros produtos na empresa Casa do Construtor, há quatro meses, sem pagar ou devolver o material.

Andaimes apreendidos chegam à 26ª DP
A prisão ocorreu durante uma ação policial para cumprir um mandado de busca e apreensão na casa do ex-policial, onde a polícia encontrou 40 peças de andaime. A apuração do caso começou há um mês, quando a 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia) investigava um homem suspeito de de alugar andaimes, guinchos e betoneiras e sumir com os equipamentos.

Durante as investigações, a polícia descobriu que parte dos materiais estavam na casa de João Dias, em Sobradinho. Após expedirem o mandado de busca e apreensão, os agentes da Polícia Civil encontraram as peças de andaime dentro da residência de Dias, que confirmou estar usando parte dos materiais e locando o restante. O ex-policial foi preso e vai responder por receptação dolosa qualificada e pode pegar uma pena que varia de três a oito anos de prisão.

Outras prisões

Em 2011, Dias foi detido por colegas da Polícia Militar ao tentar falar com o governador do Distrito Federal, Agenelo Queiroz, sobre a prisão do irmão dele, Luis Carlos de Oliveira Ferreira – detido em 14 de dezembro de 2011, em uma blitz da PM, por porte ilegal de arma.

Ainda em dezembro de 2011, Dias foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia, após invadir o Palácio do Buriti com uma sacola com mais de R$ 150 mil. Na ocasião, o ex-policial havia dito que iria entregar o dinheiro ao secretário de Governo da época, Paulo Tadeu. Segundo Dias, o dinheiro teria sido deixado na casa dele por “emissários do governo” na noite anterior para que deixasse de fazer denúncias contra o governo do DF.

Com informações de Kelly Almeida.

Assista à reportagem da TV Brasília


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: