EVANGÉLICO Homossexualidade é pecado, diz Crivella

Candidato ao governo do Rio afirmou ser contra homofobia

Opinião, disse ele, é um direito
PUBLICADO EM 30/07/14

Rio de Janeiro. O candidato ao governo do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) declarou ser contra qualquer tipo de homofobia, mas acredita que homossexualidade é pecado. A afirmação foi dada durante entrevista do senador à TV Band, na madrugada da última segunda-feira. Tal convicção, que Crivella diz ser alinhada aos preceitos da Igreja Evangélica, impede parlamentares de aprovarem matérias no Legislativo contra a homofobia

A resposta de Marcelo Crivella foi dada após a jornalista perguntar para o candidato se, eleito governador, ele sancionaria o projeto de lei que prevê punição dos estabelecimentos públicos e privados que discriminarem casais do mesmo sexo. A proposta tem sofrido resistência da bancada religiosa. “Sou contra qualquer tipo homofobia. Mas no meio evangélico tem um medo de que esse projeto extrapole e tire o direito dos pastores de dizer que o homossexualidade é pecado. Acredito que homossexualidade não é doença, mas é pecado, porque acredito na Bíblia. Esse é o meu direito.”

Ao ser perguntado sobre a obrigatoriedade do ensino religioso nas escolas, o senador disse que não confunde política com religião e defendeu o ensino religioso voluntário.

Aborto e drogas

Liberalização. Marcelo Crivella, que lidera as pesquisas de intenção de voto junto com o candidato Anthony Garotinho (PR), disse é contra o aborto e não quer a liberalização das drogas.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: