Alicia Gray se declarou culpada por acusações de que manteve relações sexuais com um aluno de 14 anosnFoto: Reprodução

Uma ex-professora de matemática do Alabama gravou e divulgou um vídeo com pedido de desculpas depois de se declarar culpada por acusações de que manteve relações sexuais com um aluno de 14 anos. Alicia Gray, 28 anos, aceitou um acordo judicial na última sexta-feira e foi condenada a seis meses de prisão e cinco anos de liberdade condicional. Ela também perdeu seu certificado de ensino e terá que ser registrada como criminosa sexual. As informações são do Huffington Post.

No vídeo, produzido pela igreja que Gray frequenta atualmente, a ex-professora pede perdão “àqueles que machucou”, incluindo o menino de 14 anos, com quem teve relações sexuais no ano passado. Ela credita sua fé à ajuda que recebeu ao longo do ano.

“Eu percebo que feri muitas pessoas, percebo as implicações do que eu fiz e as possíveis dificuldades que foram causadas às pessoas que foram feridas”, diz Gray no vídeo, lendo a declaração que fez em tribunal na última sexta-feira . “Peço desculpas pelo que eu fiz. A pessoa que eu era há um ano se foi.”

Funcionários da escola Maria G. Montgomery High School, onde a professora trabalhou, contataram a polícia depois de saber do relacionamento de Gray com um estudante em fevereiro de 2013. O relacionamento começou no Ano-Novo, quando a professora e a vítima trocaram mensagens no Facebook. Mais tarde, Gray enviou ao aluno fotos de nudez, e começou a fazer sexo oral com ele.

Com o marido ao seu lado, Gray entregou-se à polícia em 25 de fevereiro do ano passado. Agora ela diz que encontrou Deus. “Eu tinha inseguranças. Tive dor no meu coração e um vazio que eu precisava preencher através de atenção”, diz Gray no vídeo. “Esse vazio era a necessidade de Jesus.” A ex-professora começou a cumprir a sentença já na última sexta-feira.

Fonte: Terra