Eu Catador – o olhar dos catadores sobre o cotidiano do trabalho

A exposição fotográfica Eu Catador – o olhar dos catadores sobre o cotidiano do trabalho – traz imagens tiradas pelos celulares de trabalhadores do Aterro Controlado do Jóquei Club, o lixão da Estrutural ( DF).

Com apoio do Inesc, Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh), Fundação Banco do Brasil, e curadoria de Kazuo Okubo, a inauguração será dia 29 de setembro, na galeria Casa da Luz Vermelha.

A exposição apresenta a realidade e cotidiano dos catadores do maior lixão a céu aberto da América Latina. Um retrato sensível do mundo real de milhares de profissionais que ressignificam a cadeia da reciclagem por meio do trabalho e sobrevivem à margem do sistema com as sobras da modernidade.aterto
Para Isabela Coelho, idealizadora da exposição que surgiu durante o curso de formação do Programa Pró-Catador, o trabalho é o retrato de “milhares de pessoas, tidas como invisíveis para a sociedade, que transformam lixo em matéria prima e geram renda a inúmeras famílias no Distrito Federal”.

Coordenadora de fomento a parcerias e articulação de redes sociais da Sedestmidh, Alda Duarte, afirma que “a exposição valoriza a profissão de catador e eleva a autoestima dos profissionais”.

Galeria de imagens: https://www.flickr.com/photos/133379618@N07/sets/72157674274638765/

 

Evento: Exposição ‘Eu Catador – o olhar dos catadores sobre o cotidiano do trabalho’.

Data: 29 de setembro

Horário: 19:00h

Local: A Casa da Luz Vermelha / Clube ASBAC – SCES Trecho 2, Conjunto 31, Brasília – DF.

Eu Catador – o olhar dos catadores sobre o cotidiano do trabalho

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: