Estudo mostra diferença entre evangélicos que participam da Marcha para Jesus e católicos presentes na missa em Copacabana


   Depois da grande mobilização feita por católicos em virtude da visita do papa Francisco ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, o Instituto Datafolha divulgou uma análise na qual compara o perfil dos católicos que foram à Copacabana assistir à missa celebrada pelo pontífice com o dos evangélicos presentes na Marcha para Jesus, realizada em São Paulo em junho.
A análise, que levou em conta fatores como sexo, escolaridade e frequência à igreja, mostrou uma grande diferença entre os fiéis dos dois segmentos do cristianismo. Marcados por fortes diferenças, os dois grupos religiosos participantes de tais eventos tem em comum apenas a idade média de 31 anos e uma presença maior do público feminino.

As mulheres representam 52% dos presentes na missa realizada em Copacabana, já na Marcha Para Jesus esse número sobe para 57%.

A frequência aos encontros religiosos também é diferente entre católicos e evangélicos. 50% dos peregrinos de Copacabana afirmam que vão à igreja mais de uma vez por semana, enquanto esse índice atinge 75% entre os evangélicos.

Os números mostram também que os católicos são mais escolarizados do que os evangélicos, o que faz com que tendam a ter mais renda. Enquanto 59% dos católicos têm curso superior, esse nível de escolaridade é encontrado em 34% dos evangélicos, entre esses a maioria (56%) cursou o ensino médio.

Porém, evangélicos dizem doar mais à igreja do que os católicos: R$ 220 de média mensal ante R$ 86,08.

O Datafolha mostrou ainda que o nível de escolaridade entre os públicos dos dois eventos contrastam bastante com a média da população brasileira, já que apenas 17% no país têm curso superior e 42%, ensino médio.

Veja o infográfico da pesquisa:

Por Dan Martins, para o Gospel+

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: