Estudo: 72% dos brasileiros estão insatisfeitos com o país


Onda de protestos que começou há um ano mostra que população reage a problemas como aumento da inflação e falta de investimentos em saúde, e educação. Influência de Dilma também é vista negativamente.

Em junho de 2013, milhares de estudantes tomaram o gramado do Congresso Nacional, em Brasília, na “Marcha do Vinagre”: foi uma das dezenas de manifestações ocorridas em todo o país…

“O humor nacional no Brasil é triste”. Assim é definido o sentimento dos brasileiros em relação ao país, em um levantamento inédito feita pelo Pew Research, um dos principais institutos de pesquisa norte-americanos. Segundo o estudo, depois de um ano em que mais de um milhão de pessoas foram às ruas das principais cidades brasileiras, em protestos contra a corrupção, aumento da inflação, falta de investimentos do governo em educação, transportes públicos, saúde, entre outros, 72% dos brasileiros estão insatisfeitos com a maneira como as coisas estão indo no país. Apenas 26% estão satisfeitos. O levantamento é baseado em entrevistas realizadas entre 10 de abril e 30 de abril de 2014, em uma amostra representativa de 1.003 adultos selecionados aleatoriamente em todo o país.

Ao longo do ano, conforme mostra o estudo, as opiniões sobre a economia nacional mudaram drasticamente: dois terços dizem que a economia não vai bem, enquanto apenas 32% dizem que a economia é boa. Em 2013, 59% das pessoas acreditavam que o país estava “em boa forma” em relação à economia, enquanto 41% disseram que a economia estava ruim.

A influência da presidente Dilma Rousseff sobre o Brasil é um dos itens avaliados como negativos, no tratamento de questões importantes para o país. O estudo destaca que aproximadamente 52% dos entrevistados dizem que Dilma tem influência positiva, enquanto 48% mostram uma população dividida. Os números indicam que, no último ano de seu mandato, em 2010, o ex- presidente Luís Inácio Lula da Silva tinha avaliação muito melhor que a de Dilma: oito em cada dez (84%) acreditavam que Lula tinha um impacto positivo sobre o Brasil.

Apesar dos baixos índices de aprovação, Dilma consegue resultados mais positivos do que os seus principais adversários na eleição de outubro, que permanecem menos conhecidos. Cerca de 51% têm uma opinião favorável de Dilma Rousseff (PT), enquanto que 27% tem mais confiança em Aécio Neves (PSDB) e 24% no Eduardo Campos (PSB).

Copa é ruim para o país

Os impactos da realização da Copa do Mundo, que começa no dia 12 deste mês, também causa preocupação nos brasileiros. Cerca de seis em cada dez pessoas (61%) acham que sediar o evento é uma coisa ruim para o Brasil. O motivo seria que, para investir em infraestrutura para o Mundial, o dinheiro é de serviços públicos – um tema comum nos protestos que tomaram conta do país desde junho de 2013. Apenas 34 % acham que a Copa irá criar mais postos de trabalho e ajudar a economia. O benefício internacional em sediar os jogos também é cercado de ceticismo: Cerca de quatro em cada dez (39%) dizem que a imagem do Brasil ao redor do mundo será prejudicada, enquanto que um número quase igual (35%) dizem que vai ajudar; 23% dizem que não terão nenhum impacto.


Fonte: JACQUELINE SARAIVA – Correio Braziliense – 04/06/2014

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: