Estragos por todo o Distrito Federal


No Guará II, raio atingiu casa e provocou incêndio. Em várias cidades, vias alagadas e caos

Rayane Fernandes

Especial para o Jornal de Brasília

Mais uma vez, as consequências da chuva forte complicaram a vida de muitos brasilienses. Falta de luz, inundações, trânsito caótico, quedas de árvore e também de raios marcaram a tarde de ontem. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume de chuva chegou a 18,8 milímetros. A previsão é que pancadas de chuva continuem em todo o DF até segunda-feira.

Diversos pontos da cidade ficaram sem energia. Entre eles, Gama, Santa Maria, Núcleo Bandeirante, Taguatinga e Guará.

O Corpo de Bombeiros informou que recebeu 26 ocorrências no momento da chuva. Dentre elas, ocorrências de acidentes, inundações e quedas de árvores.

Na QE 30 do Guará, o susto foi grande. Por volta das 13h30, uma casa foi atingida por um raio e houve princípio de incêndio. A funcionária pública Dulce Maria de Jesus afirmou que seu filho estava em casa no momento do incidente. Ninguém ficou ferido.

“Meu filho ouviu o barulho, mas não percebeu que era na nossa casa. Depois ele sentiu cheiro de queimado, desceu as escadas e viu que o meu quarto estava pegando fogo”, contou. O filho estava com a esposa no pavimento superior da casa, logo acima do quarto de Dulce.

SOCORRO

“Quando ele desceu as escadas, logo viu uma fumaça branca e pediu para a mulher chamar os bombeiros. Ele pegou balde com água e tentou apagar o fogo. Mas a fumaça estava muito forte”, contou Dulce. Mas, segundo a funcionária pública, os bombeiros chegaram rápido e conseguiram conter as chamas.

Além do armário, o teto e a parede ficaram queimados. Dulce perdeu uma televisão e um GPS. O ventilador de teto também pegou fogo e caiu no chão. “Nós ainda não sabemos se outros eletrônicos da casa queimaram”, afirmou. A orientação dos bombeiros foi para que toda a energia da casa fosse desligada e que um engenheiro elétrico fosse chamado.

MANUTENÇÃO: Onde vai faltar luz hoje

Lago Sul

Das 8h às 12h: Condomínio Quintas da Alvorada, lotes 56, 57 e de 59 a 63.

Das 13h às 17h: Condomínio Quintas da Alvorada, lotes 68 a 82.

Lago Norte

Das 9h às 15h: SHIN, QI 13, conjuntos 06, 07; QI 13, Trecho 13, Área Especial D; QL 13, conjuntos 1 a 6; QL 15, Conjunto 1.

Núcleo Bandeirante

Das 9h às 15h: SMPW, Trecho 1, chácaras 1 a 55, 58-B, 59, 59-D e 65.

Planaltina

Das 10h às 12h: Núcleo Rural Rio Preto, chácaras 23 a 33, 152, 155, 156 e Trevinho; Área Isolada nº 1, Fazenda São Francisco.

Prejuízo no Núcleo Bandeirante

Já no bairro Metropolitana, no Núcleo Bandeirante, a chuva levou uma grande quantidade de água para dentro da garagem de uma casa situada atrás do Estádio da Metropolitana, onde, há cerca de 60 dias, um muro desabou por conta da chuva. “Sem esse muro, a chuva desce muito mais forte trazendo muita terra”, comentou a psicóloga Jaqueline Oliveira. “Na porta da garagem tem bueiro, mas a terra acumulou, a água não teve para onde escoar e entrou na garagem. Ficou na altura do tornozelo”, disse.

Segundo a psicóloga, a tendência é só piorar. “Sempre que chover, a terra vai cair cada vez mais, causando uma espécie de erosão. Procuramos a administração várias vezes, mas nada foi feito”, contou.

A família é dona de uma empresa des brinquedos infláveis e todo o equipamento estava guardado na garagem. “Dois motores e uma piscina de bolinhas ficaram encharcados. Se tiverem queimado, o prejuízo será de cerca de R$ 3,5 mil”, disse o empresário Erhodan Glaudo.

Segundo a Administração do Núcleo Bandeirante, já foi feita uma licitação para a construção da parte do muro e a obra deve começar entre os dias 17 e 20 deste mês.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: