Emendas destinadas a custei


Cerca de um terço das emendas parlamentares vão ser
gastas em salários
Elton Santos
GLAUCYA BRAGA

Feira da Estrutural foi uma das obras que ficou de fora do planejamento de construção

Responsáveis por atenderem às necessidades da população, as emendas parlamentares não tiveram seu objetivo totalmente alcançado em 2012. Cada deputado distrital tem direito a R$ 12 milhões em emendas, mas 1/3 desse valor foi retido pelo Governo do Distrito Federal. O recurso deve ser usado para pagar recursos humanos da máquina pública, segundo distritais ouvidos pelo Alô Brasília.
Neste ano, os distritais destinaram cerca de R$ 180 milhões para diversas áreas, segundo informações da Câmara Legislativa. De acordo com a Secretaria de Obras, nem todo recurso pode ser executado por falta de planejamento. A pasta disse que o simples direcionamento de recurso não é o suficiente para a sua execução. “Existe um passo anterior que é a elaboração de projetos”, justifica o secretário-adjunto, Maurício Casanovas.
O secretário informou que há casos em que o valor da emenda é insuficiente. A construção de uma Feira Permanente da Estrutural é um exemplo. A deputada Eliana Pedrosa (PSD) destinou R$ 500 mil para a obra, mas a administração da cidade disse que o valor necessário era de R$ 1,5 milhão. A parlamentar completou o montante. Porém, até o momento, a construção não foi concretizada.
Segundo a deputada Eliana, o entrave acontece por questão política. “[Executar emenda] Passa pela coloração partidária”, sustenta. Já o petista Wasny de Roure discorda. “É a primeira vez que o governo executa emendas de forma democrática”, defende o ex-líder do Governo na CLDF.

A Secretaria de Obras disse que vai elaborar, nesta semana, um levantamento de quantas emendas foram executadas pelo GDF e quantas não foram.
Fonte: Da redação do Alô

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: