EMBAIXADOR DE ISRAEL VISITA O TEMPLO DE SALOMÃO

O Templo de Salomão foi conferido por um visitante especial, no último dia 22. Rafael Eldad, embaixador de Israel no Brasil, foi recepcionado pelo bispo Domingos Siqueira e sua esposa Núbia, pelo pastor Miguel Lacerda e sua esposa Ana Beatriz, além dos responsáveis pela Universal Engenharia, para conhecer as instalações do local.

Anteriormente, na terça-feira, dia 20, o bispo Domingos foi recebido em Brasília (DF) por Rafael Eldad, para falar sobre a inauguração da obra. Na ocasião, também estava presente o ministro de Israel Lior Ben Dor. Ambos foram receptivos e atenciosos quanto à importância de tão extraordinária construção.

Eles ficaram sensibilizados com tamanha homenagem da Universal ao Deus Todo-Poderoso e ao povo de Israel. Foi-lhes dito que o Templo estará aberto a todos os judeus e a todos os povos do mundo. Quem chegar a esse lugar sagrado será transportado em pensamento à Terra Santa. A sensação será a mesma de estar em Jerusalém. A crença no único Deus e tudo que entendemos de fé, recebemos como herança de Abraão. O Embaixador ficou muito honrado e agradecido ao receber o convite e, no dia seguinte, pôde conferir tudo de perto.

O primeiro espaço a ser visitado foi o Cenáculo do Espírito Santo, onde funcionará o Memorial do Templo. A edificação, construída com alta tecnologia, apresentará aos visitantes o conteúdo histórico desde o primeiro Templo de Salomão até a construção da imponente réplica de uma forma interativa. Ao chegar ao local, o embaixador colocou a mão em uma das colunas e lembrou-se de Israel. “Isto lembra a minha casa de Jerusalém, que também tem essas pedras”.

Fascinado com o cenário, Eldad quis saber por que a réplica construída é a do Templo de Salomão e não a do segundo Templo. “Porque o primeiro era mais grandioso. O segundo Templo era menor, Herodes modificou muitas coisas. Não tinha a mesma grandeza do Templo construído por Salomão”, explicou o bispo Domingos. “Sim, o original, o puro, é mesmo o primeiro Templo”, concordou o embaixador.

Em seguida, o visitante seguiu pelo Jardim das Oliveiras e conferiu as doze árvores centenárias. É o fruto da oliveira, a azeitona, que dá origem ao azeite de oliva, mencionado no Livro Sagrado como elemento que simboliza a presença do Espírito Santo. “E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção.” (Êxodo 30.25). Passou pela Menorá, o candelabro que simboliza a perfeição de Deus e a Presença do Altíssimo, e caminhou até a Esplanada, onde pôde conferir a majestosa entrada para a nave.

“É uma obra maravilhosa. Quatro anos é muito pouco tempo para construir algo tão grandioso, com tantos detalhes. É grande, grande, grande como o Brasil. Não tenho palavras”, afirmou Rafael Eldad. O bispo Domingos ressaltou que a equipe não parou um dia sequer. “Trabalhamos todos os feriados e também finais de semana. Somos independentes do Governo. Assim como o Templo de Salomão foi feito com doações, nós também construímos tudo isso com doações”, reforçou.

Depois de conhecer as instalações internas, o visitante não economizou elogios. “Impossível não ficar impressionado com as dimensões dessa obra, pelos detalhes, pela beleza e pelo tamanho de todo esse espaço com capacidade para dez mil pessoas. Eu nunca vi algo assim antes. A altura, as pedras de Jerusalém, a referência às coisas antigas. Quero agradecer à Universal pela obra gigantesca e desejar sucesso.”

O bispo Domingos falou sobre a importância da presença de Rafael Eldad e reforçou sobre a importância da obra, que chama a atenção de todos, principalmente do povo de Israel. “A visita do embaixador representa o grande interesse das autoridades que representam o povo judeu para a reconstrução do templo, que tem o objetivo de despertar a fé para o único e verdadeiro Deus”.

Ao final do encontro, Eldad assegurou que compartilhará as boas impressões que teve do lugar. “Eu gostaria de ter fotos. Sim, porque se eu contar, as pessoas não vão acreditar. A beleza é muito grande. Eu vou levar comigo o espírito dessa casa. Espírito de paz e de amizade com Israel e os judeus, de conservar a história bíblica do povo judeu, que tem uma amizade tão especial com o Brasil.” O embaixador também prometeu encaminhar o convite para a visitação do Templo diretamente às autoridades de Israel.

Por: Sara Oliveira / Fotos: Demétrio Koch

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: