Em três dias, hospital de campanha confirma a doença em 172 pessoas. Sete em cada 10 pacientes moram no Entorno


Em três dias, hospital de campanha confirma a doença em 172 pessoas. Sete em cada 10 pacientes moram no Entorno

Brazlândia está amedrontada pela dengue. Os casos confirmados da doença no hospital de campanha chegam a 172 em três dias de atendimento, número considerado alto pelas equipes médicas envolvidas na estrutura montada no estacionamento do Hospital Regional de Brazlândia. No total, 288 pessoas procuraram o local. A maioria saiu de Padre Bernardo, do Valparaíso, do Novo Gama, de Formosa e, principalmente, de Águas Lindas. Esses pacientes concentram a procura pela emergência e representam 72% dos casos registrados.

Ontem, foi o quarto dia de mobilização e, segundo a equipe do hospital, a quantidade de confirmações deve aumentar. De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, a capital do país está em alerta, mas descarta uma possível epidemia. Um balanço maior dos atendimentos será feito na quinta-feira a fim de avaliar se será preciso manter por mais tempo a estrutura erguida em Brazlândia. …

O resultado do exame sai em 10 minutos: rapidez no atendimento

Para os moradores da região, o sentimento é de medo. Muitos pacientes do Entorno relataram ao Correio a situação em Goiás, que soma mais de 100 mil notificações de dengue desde o início do ano. Houve 17 mortes. “A maioria da minha família está doente. Agora, sou eu. Estou com muito receio de que a minha filha, de apenas 1 ano e três meses, também fique”, afirma Analice Alves da Silva, 21 anos. A moradora de Águas Lindas foi à unidade de saúde provisória acompanhada de um primo, também diagnosticado com dengue.

Analice se submeteu ao exame feito nos pacientes com suspeita de dengue e que detecta três fatores: imunidade, anticorpos e partículas do vírus no sangue. O resultado sai em 10 minutos. Os enfermeiros colhem o sangue e administram em um recipiente similar ao de um teste de gravidez. O resultado depende da coloração. “Se reage o NS1, que mostra a existência do vírus no sangue, tratamos como resultado positivo e começamos com a hidratação, introduzindo medicamentos, para não deixar que evolua para o quadro da doença, quando os sintomas são mais fortes”, detalha a enfermeira Verana Paiva Brito. A dengue pode levar à morte.

Prazo

O hospital de campanha foi montado no Hospital Regional de Brazlândia na ultima quinta-feira, depois do aumento de atendimentos na unidade de saúde. Segundo o coordenador de Saúde da cidade, Paulo Lisbão, a média havia subido de 220 para 300 no pronto-socorro. “Percebemos que cresceu 30% e, por conta dos diagnósticos de dengue, sabíamos que a estrutura não suportaria. O que estamos atendendo na estrutura montada temporariamente é exatamente o excesso que estávamos recebendo no hospital regional”, explica Lisbão.

O projeto inicial é de que a estrutura seja mantida em Brazlândia por 15 dias, ou seja, até 16 de maio. No entanto, segundo Lisbão, caso os números confirmados da doença não baixem até o fim desse prazo, o hospital de campanha poderá ser mantido por um período maior. “A estrutura é cedida pelo Ministério da Saúde, que ofereceu pelo tempo que for preciso. Os médicos e os remédios são da Secretaria de Saúde. Se for preciso, temos tranquilidade para mantê-la”, revela.

Esta é a primeira vez no Brasil que se usa tal estrutura para atender as demandas de saúde pública, contou Lisbão. A última vez em que o governo federal pensou em disponibilizar a tenda foi para o atendimento das vítimas do incêndio em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A tragédia terminou com a morte de 241 jovens na boate Kiss. A emprestada para o Distrito Federal é uma tenda laboratorial, com três consultórios, espaço para exames, além de lavatório. Comporta até 12 leitos.

Por Camila Costa

Fonte: Correio Braziliense

Seja você também um divulgador da Telex Free
Contatos:(61) 8265-6332 ou 9603-2461 fale com o autor do “Blog A politica e o poder”
http://www.telexfree.com/

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: