Em nono ato contra a Copa do Mundo, PM de SP estreia “armadura de Robocop”

Proteção é resistente a pedras, rojões e perfurações; manifestantes ocupavam centro da cidade

Ao menos 500 manifestantes ocupavam a praça Ramos de Azevedo, em frente ao Teatro Municipal, na tarde deste sábado (31), de acordo com a PM (Polícia Militar). O 9º Ato Se Não Tiver Direitos Não Vai Ter Copa começou às 15h e, pela primeira vez, a PM de São Paulo utiliza a “armadura de Robocop”

Foto: Aloisio Mauricio/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: