Em entrevista a blogueiros puxa-sacos, Gilberto Carvalho nega que só leitores do Reinaldo Azevedo e de mais oito “Homens Maus” tenham vaiado e xingado Dilma. Huuummm… Mas ele nos acusa, sim, de corromper o povo. Ah, se pudesse nos obrigar a tomar cicuta…


Carvalho: é petista, mas está longe de ser burro. Tiro no pé, ele percebeu, é culpar os… brancos!

Ah, então Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência, não concorda com Alberto Cantalice, vice-presidente do PT, e com os blogueiros “progressistas” como um táxi? Também não concorda com o próprio Luiz Inácio Lula da Silva? Segundo todos esses luminares do pensamento, quem vaiou e xingou Dilma no Itaquerão foi a “elite branca de São Paulo”, que “não tem calos nas mãos”. Como se Lula os tivesse. No máximo, tem a mão peluda. Com calo, não!

Carvalho se encontrou com os chamados “blogueiros de esquerda” e com ativistas — vocês sabem, aquele pessoal que pensa com a independência que lhes conferem os anúncios das estatais, do governo federal e das gestões petistas — no Palácio do Planalto. Muito mais esperto do que Cantalice — afinal, o vice-presidente do PT é um amador nas artes em que Carvalho é profissional — e capaz de refletir (ainda que reflexões, a meu ver, malignas), coisa estranha a seus entrevistadores, o ministro os deixou um tantinho perplexos:

“Me permitam, pessoal, no Itaquerão não tinha só elite branca, não. Não fui pro jogo, mas estive ao lado [do Itaquerão], numa escola (…), fui e voltei de metrô. Não tinha só elite no metrô. Tinha muito moleque gritando palavrão dentro do metrô que não tinha nada a ver com elite branca”

Vai ter jornalista praticando suicídio! E mais:
“A coisa desceu. Isso foi gotejando, de água mole em pedra dura, esse cacete diário de que inventamos a corrupção, de que nós aparelhamos o Estado brasileiro, de que somos um bando de aventureiros que veio aqui para se locupletar, essa história pegou. Na elite, na classe média, e vai gotejando, vai descendo. Porque não demos o combate, não conseguimos fazer o contraponto.”

Mas calma! Carvalho continua Carvalho:
“Nós não fizemos o debate na mídia pra valer; nós passamos esse tempo todo com uma pancadaria diária que deu resultado. E que resulta no palavrão para a Dilma”.

Retomo
Vejam bem: assim como Cantalice e Lula, Carvalho também acredita que é tudo culpa da mídia. O vice-presidente do PT já escolheu os nove primeiros que devem tomar cicuta: Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes, Diogo Mainardi (será executado por Carta Rogatória), Demétrio Magnoli, Lobão, Guilherme Fiúza, Arnaldo Jabor, Marcelo Madureira e Danilo Gentili. A lista do ministro, suponho, deve ser um pouco maior.

A diferença entre eles, ligeira, é que Cantalice acha que os que vaiaram e xingaram são os leitores, ouvintes e telespectadores dessa “Gangue dos Nove”. Carvalho já acredita que a “elite reacionária” para a qual falamos começou a contaminar o povo — começou a “descer”, no seu linguajar. É isto: a exemplo de Sócrates, fazemos mal à comunidade.

Em qualquer caso, a mídia, obviamente, é culpada, e nisto, certamente, todos estão de acordo: é preciso fazer alguma coisa com essa gente asquerosa. O ministro acha que eles (o “nós” dele) não fizeram “o debate na mídia”. Sei lá o que é fazer o debate. Entendo que, ao falar “nós”, ele englobava os interlocutores, aquela gente chapa-branca que estava lá para receber as palavras de ordem.

É verdade! Os áulicos não fizeram o debate porque estavam ocupados demais ofendendo pessoas. Vejam o escarcéu que fizeram com o texto sujo de Cantalice. Acharam que estavam marcando um “golaço” ao lançar o nome de nove jornalistas no esgoto bem remunerado em que circulam. Resultado?

Foi contraproducente. Não tivesse dado pau por excesso de acessos, meu blog teria atingido ontem 1,3 milhão de visitas NUM ÚNICO DIA. Mesmo ficando quase todo o dia fora do ar, foram 411.088; no dia anterior, 417.433. A resposta que dei ao sr. Cantalice mobilizou muita gente. Isso, sim, é tiro no pé.

A coisa toda chegou a ser engraçada: derrubamos o site do PT e sem cometer crime nenhum! Publiquei aqui o link para a íntegra do vomitório de Cantalice. Foi tal o número de acessos por lá que caiu a página dos companheiros.

Os nove que o PT decidiu entregar à malta pensam a mesma coisa? Quem os lê e os ouve sabe que não. Não formam um grupo. O que têm em comum? Só o ódio que o PT nutre por eles os une. Porque todos têm um defeito insuportável para essas almas totalitárias: falam o que pensam. E o terror dos totalitários não é haver uma grande massa que os conteste. Com isso, eles sabem lidar: passam fogo e pronto! Assim fizeram seus congêneres no passado. Eles temem mais é a resistência individual. Veem em cada pessoa que contesta, em cada pessoa que diz “não”, o sinal de sua falência. Porque precisam da unanimidade. E isso não terão.

Não gosto de quase nada do que Carvalho pensa, mas lhe faço um elogio: ele… pensa! Não está entre os cabeças de bagre do PT. Eu o conheço bem de Santo André. Ele também me conhece. Está é com receio do estádio Mané Garrincha, na segunda, no jogo da Seleção Brasileira contra a de Camarões. Essa história de “elite branca” deixou muita gente irritada. À diferença do que diz o PT e repetem seus áulicos, o efeito da campanha de hostilização dos torcedores foi contraproducente. Não custa lembrar que Dilma foi impedida de discursar nesse mesmo estádio na Copa das Confederações.

Em suma, todos eles querem acabar com esse negócio de imprensa livre. A diferença é que o inteligente Gilberto Carvalho pretende nos acusar de corromper o povo com o nosso elitismo e reacionarismo — se puder, obriga a gente a tomar cicuta. Já os estúpidos acreditam que, se partirem para um confronto de classes, o PT sairá ganhando. As cavalgaduras, inclusive as que conversavam com Carvalho, ainda não perceberam que o segredo do poder petista reside na conciliação de classes. A CAMPANHA DO ÓDIO É DO TEMPO EM QUE O PT NÃO ELEGIA NINGUÉM.

Ou Dilma não decidiu ontem comprar o apoio de parte do empresariado com migalhas? Como não tem política eficiente a oferecer, resta-lhe abrir o cofre.

Por Reinaldo Azevedo

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: