Eduardo Lopes assume Ministério da Pesca

   A presidente Dilma Rousseff deu posse nesta segunda-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, aos seis novos ministros do seu governo. Entre eles, o senador Eduardo Lopes (PRB/RJ), que assume a pasta no lugar do ministro Marcelo Crivella. A bancada de deputados do Partido Republicano Brasileiro e o presidente da sigla compareceram à cerimonia para apoiar a escolha do partido e felicitar o novo ministro.

Na opinião do líder George Hilton (PRB/MG), o senador Eduardo Lopes é um homem talentoso e competente que vai dar continuidade ao trabalho iniciado pelo ministro Marcello Crivella. “Eduardo é um homem do Parlamento que tem a capacidade de dialogar com o setor pesqueiro e os segmentos ligados à aquicultura. Lopes promete dar continuidade a ambiciosa meta emplacada por Crivella que aumentou em 70% a produção de pescados no Brasil. O PRB nasceu da ideia de boa gestão, da politica austera e da gestão eficiente. Não é por acaso que o ministério teve esse avanço. A pasta recebeu a marca do PRB e do Crivella, que certamente fará isso como governador do Rio de Janeiro”, apostou o líder.

Durante a cerimônia, a presidente Dilma Rousseff destacou o desempenho do ministro Crivella que implantou Plano Safra da Pesca e Aquicultura na pasta. “Crivella investiu em instrumentos modernos e adequados de apoio ao produtor e, com isso, valorizou o extraordinário potencial de produção pesqueiro do Brasil. Gostaria de felicitar o ministro pela expansão da produção e pelo fato de transformar a Pesca numa atividade atraente e lucrativa para o país”, ressaltou a presidente.

Para o deputado Márcio Marinho, a postura do ministro Crivella à frente da pasta deu um novo ritmo ao ministério da Pesca. “Essa confiança da presidente nos resultados positivos da gestão republicana nos credencia para indicar um senador que fará jus ao desafio, pois representa uma excelente escolha para dar continuidade ao trabalho”, avaliou o parlamentar.

O senador Marcelo Crivella disse que deixa o ministério com o sentimento do dever cumprido. “O peixe hoje faz parte da cesta básica brasileira, tanto é que o consumo passou de 9kg para 14kg per capita. Deixo a pasta muito feliz, com a certeza de que o Brasil tem um potencial enorme e nós não perdemos tempo. Caminhamos a passos largos e lutamos muito para que tudo isso acontecesse. Agora é hora de manter o trabalho e fazer com que o Brasil ocupe o lugar de destino, que é ser um dos maiores produtores de pescado do mundo”, afirmou Crivella.

Na avaliação do deputado republicano Vitor Paulo, o ministro Crivella fez história à frente do ministério da Pesca e o senador Eduardo Lopes não fará diferente. “Eduardo é um homem inteligente e saberá dar prosseguimento ao trabalho desenvolvido pela competente equipe de técnicos que compõem a pasta”, disse Vitor Paulo.

Por fim, o ministro Eduardo Lopes disse que vai manter a meta de crescimento de 70% por ano. “A produção do ministério da Pesca aumentou de 1,5 milhão para 2,5 milhões. Queremos manter esse aumento para chegarmos aos 4 milhões de toneladas/ano”, afirmou o ministro empossado.

Por Mônica Donato
Foto: Douglas Gomes


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: