É hora da recuperação para o Brasília/Vôlei


Em 9º, Brasília/Vôlei encara o Barueri, às 19h, no 1º jogo do returno

Kiara Mila Oliveira

O segundo turno da Superliga começa hoje cercado de expectativas. Experientes e cheias de títulos, o Brasília/Vôlei de Paula Pequeno, Érika Coimbra e a revelação da defesa na primeira parte do torneio, a líbero Veridiana, tem a meta de vencer o Barueri (SP), às 19h, em Taguatinga, para se recuperar da derrota para o Vôlei/Amil, no último jogo. 

A equipe candanga sofreu duro revés em sua estreia na competição, justamente para o Barueri – outro time que debutava no torneio nacional -, por 3 sets a 0, fora de casa.

“Evoluídas e entrosadas”, como o técnico Sérgio Negrão costuma destacar, de lá até aqui, oito derrotas e cinco vitórias compõem os passos do time da capital no certame.

Barueri e Brasília/Vôlei, no entanto, possuem campanhas semelhantes – o time de São Paulo, porém, ocupa a oitava posição no ranking, uma à frente do elenco candango.

Reencontro

Ex-colegas de seleção no ouro histórico conquistado nas Olimpíadas de Londres, em 2012, Paula Pequeno e a levantadora Fernandinha vão se reencontrar hoje.

“O Brasília Vôlei tem um grupo forte e com jogadoras de qualidade. Elas evoluíram muito”, destaca Fernandinha.

Olho Nela

Nascida em Brasília, a campeã olímpica Paula Pequeno é um dos principais nomes do Brasília/Vôlei. Em sua trajetória na nova equipe do Distrito Federal, a ponteira deixou a desejar nos primeiros jogos do time na Superliga. Sempre substituída por Jú Maranhão, quando deixava de produzir o que o técnico Sérgio Negrão pedia, Paula, aos poucos, voltou a ocupar o seu lugar em quadra. No segundo turno do campeonato, ela e o elenco têm a missão de reverter o quadro de oito derrotas em 13 jogos e sair do 9º lugar.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: