Debate na TV reúne seis candidatos à Prefeitura em São Paulo

debaterDebate na TV reúne seis candidatos à Prefeitura em São Paulo

Na 1ª pergunta, cada um disse o que pretende fazer se for eleito.
Candidatos responderam a questões feitas por adversários e jornalistas.

Seis candidatos à Prefeitura de São Paulo participaram, na noite desta sexta-feira (2), de debate realizado pela Rede TV. Estiveram presentes nos estúdios da emissora Fernando Haddad (PT), Celso Russomanno (PRB), Major Olímpio (Solidariedade), João Doria (PSDB), Marta Suplicy (PMDB) e Luiza Erundina (PSOL).

 

ELEIÇÕES 2016 EM SP
Veja a cobertura de candidatos a prefeito

No primeiro bloco do programa, cada um deles respondeu à mesma pergunta: “Por que deseja ser prefeito de São Paulo?”

Primeiro a responder, Russomanno citou sua trajetória como deputado federal e disse que criou leis para os cidadãos. “Quero melhorar a qualidade de vida de cada cidadão, dando a eles o direito à cidadania. Os serviços públicos não têm qualidade. Quero que funcionem.”

Haddad citou sua experiência como ministro da Educação e disse que ajudou a colocar negros e pobres na faculdade. “Aqui em São Paulo reduzimos mortes no trânsito, melhoramos o transporte público e atendemos demandas em saúde e educação como nunca se fez.”

Doria foi o terceiro a responder. Ele disse que quer resolver problemas da saúde, do transporte público, da educação, e investir no empreendedorismo. “Quero colocar minha experiência como empresário para colocar eficiência e transparência a serviço de São Paulo.”

Erundina agradeceu aos que defenderam sua participação nos debates e disse ter mais experiência e condição de, junto com o povo, transformar a cidade. “Governar para os que mais necessitam, que são os excluídos dessa cidade. Mais justa, igual e democrática.”

Marta disse que tem muita coisa para resgatar na cidade e que tem experiência. Afirmou também que quer fazer o melhor para a capital “Quero ampliar e melhorar. A prioridade será a saúde e o emprego. A saúde é o que mais percebemos na rua no desespero das pessoas.”

Último a responder, Olímpio disse querer resgatar os valores da cidade de São Paulo. “Está suja, abandonada, falta mobilidade, habitação, educação e assistência social. Basta da mesmice. Estou pronto e disponível a esse desafio.”

O debate foi dividido em cinco blocos, dois com confronto direto entre os candidatos e outros dois com perguntas de jornalistas e questões gravadas com moradores da cidade de São Paulo.

Ao final, cada um teve oportunidade de fazer as considerações finais. Haddad criticou as propostas de seus adversários, chamando-as de superficiais. Ele acrescentou que irá investir em saúde, educação, creche e transporte. Major Olímpio disse que não quer vender uma cidade imaginária. Ele disse que as outras propostas dos outros candidatos são superficiais. Doria disse que quer fazer uma gestão transformadora. Quer atuar para os que mais precisam, principalmente nas áreas de saúde e educação.

Celso Russomanno disse que quer cuidar da cidade para os eleitores. Que quer atuar como um zelador. Acrescentou que quer informatizar a saúde. Erundina disse que o debate serviu para derrubar máscaras. Criticou os adversários e afirmou que seu partido tem experiência e compromisso. Marta disse que administrou São Paulo quando a cidade passava por crise financeira. Disse que suas principais metas serão a saúde e a educação.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2016/noticia/2016/09/debate-na-tv-reune-seis-candidatos-prefeitura-em-sao-paulo.html

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: